Passfolio

A terceira maior baleia de Bitcoin, um endereço anônimo entre os maiores endereços de exchanges, chamou a atenção do mercado ao zerar seu endereço nesta madrugada, enviando seus BTCs para outro endereço.

Terceira maior baleia de Bitcoin

Vamos chamar esta “entidade” da rede de Baleia3, por falta de maiores informações sobre a propriedade do endereço que está sendo analisado.

Baleia3 é o maior endereço anônimo de BTC. O fato de não sabermos quem é o dono (ou quem são os donos) da chave privada que assina as transações desse endereço cria um clima especial de mistério, sendo capaz de despertar a atenção de vários analistas on-chain.

Isso ocorre pois grandes baleias podem influenciar diretamente no preço do bitcoin, já que vendas desse tamanho causaram um grande despejo de oferta no mercado. Evento que normalmente leva a fortes quedas.

O endereço inicial da Baleia3 era o: 1P5ZEDWTKTFGxQjZphgWPQUpe554WKDfHQ.

Foi o endereço, inclusive, que reportamos no Cointimes ter efetuado grandes compras recentemente.

Saiba mais: Baleia misteriosa comprou R$ 480 milhões em Bitcoin nos últimos 30 dias

Desde o dia 18 de julho, a Baleia3 vem realizando transferências do “1P5Z…” para um outro endereço: 1LQoWist8KkaUXSPKZHNvEyfrEkPHzSsCd.

Transações da Baleia3 (terceira maior baleia de bitcoin) do endereço “1P5Z…” para o “1LQo…”
TXs: “1P5Z…” → “1LQo…”

No início, alguns analistas desconfiaram que o “1LQo…” se tratava de um endereço da exchange Coinbase e as transações poderiam indicar intenção de venda por parte da Baleia3.

Vemos que as transações começaram menores, com 500 BTC, mas o volume enviado foi aumentando a cada dia e a cada nova transação, passando para envios de 3.000 BTC, 5 mil, 10 mil, 15.000 BTC, até o último de mais de 29.000 BTC, zerando o “1P5Z”.

Com o aumento do volume enviado, a manobra da Baleia3 começou a chamar a atenção do mercado, que se colocou em estado de alerta. O salto final em mar aberto levantou uma série de especulações sobre o maior endereço anônimo, possivelmente individual, ter liquidado completamente sua posição em Bitcoin.

O analista On-Chain Ki Young Ju publicou uma thread no Twitter explicando então que o endereço “1LQo” muito provavelmente se tratava de uma carteira fria, da Baleia3, ou de algum outro indivíduo que possa ter comprado os bitcoins da Baleia3 via OTC.

De qualquer forma, não existem evidências de que as transações se trataram de venda. Poderia ter sido apenas uma mudança de endereço por parte da terceira maior baleia de bitcoin.

Ki Young Ju também afirmou que a ligação com a Coinbase é incorreta, já que muitas plataformas on-chain incorretamente identificam o endereço: 1FzWLkAahHooV3kzTgyx6qsswXJ6sCXkSR – como sendo da Coinbase, quando na verdade a maior possibilidade é que ele seja de outra exchange: A Gemini.

Ainda não sabemos o motivo da movimentação, que foi ainda mais impactante devido à sincronia com o anúncio da Tesla, de Elon Musk, ter vendido 75% de seus bitcoin (ao redor de 30.000 BTC).

Leia mais:

Passfolio