Rispar

O Bitcoin tem apenas uma década, mas já percorreu um longo caminho no sentido de se tornar dinheiro. Algumas métricas a serem consideradas são a precisão dos gastos e o status de unidade de conta.

Leia também:
++ Sabia que na Venezuela a moeda estatal não está conseguindo manter seu status de unidade de conta? Confira a história do bebê que nasceu graças ao Bitcoin

Aumento da precisão dos satoshis

Quando o Bitcoin foi notado pela primeira vez em 2009, era amplamente experimental. No primeiro ano, dezenas de milhares de bitcoins eram transacionados pela rede apenas para ver o que acontecia.

A primeira compra no mundo real ocorreu em 2010, quando Laszlo Hanyecz pediu a famosa pizza no fórum bitcointalk em troca de 10.000 BTC.

Coinext 760x150

 

Ele recebeu um pedido de pizza de US$ 25 em troca das criptomoedas, marcando a primeira transação de todos os tempos por um ativo tangível.

Passou do dinheiro mágico da internet sem valor para algo de valor real, que era a intenção desejada para a transação. Nos preços atuais do bitcoin, essa pizza valeria R$ 155 milhões.

A BitMEX Research se aprofundou nos gastos na rede bitcoin para revelar como a precisão melhorou ao longo do tempo.

Ao dividir as saídas em grupos, aumentando em uma potência de dez (de 1 satoshi para 100k BTC) e plotando os resultados em um gráfico, é claro o aumento da precisão na última década.

Atualmente, mais de 70% dos outputs de Bitcoin usam o mais alto grau de precisão disponível (um satoshi), crescimento considerável desde o nível de 40% em 2012.

O relatório concluiu que um aumento na precisão seria benéfico para a privacidade com base no modo como as transações de bitcoin funcionam com UTXOs.

Como nossos dados mostram, o nível de precisão está aumentando, de modo que a maioria das saídas agora possui o nível máximo de precisão. Inadvertidamente, isso poderia ser uma notícia positiva do ponto de vista da privacidade.

Os 3 passos para o dinheiro

O estudo afirmou que o Bitcoin precisa alcançar três etapas principais antes de poder ter considerado o seu status de dinheiro.

Primeiro, ele precisa ser usado como um meio de troca, o que já está acontecendo, impulsionado por sua “capacidade potencial única: pagamentos eletrônicos resistentes à censura”.

O segundo passo foi discutivelmente evidenciado este mês e esse é seu status como reserva de valor.

Com os movimentos de mercado refletindo a maior reserva de valor do mundo, o ouro, o Bitcoin está sendo visto da mesma maneira, especialmente em tempos de adversidade.

Terceiro, é o status da unidade de conta. É nesse momento que os bens e serviços são cotados em bitcoin ou satoshis neste caso.

Isso ainda está muito distante devido à volatilidade dos preços, já que o BTC ainda é principalmente um veículo para especulação.

Também há vários fatores que precisam acontecer com a tecnologia antes de ver a adoção em massa.

Ele acrescentou que, se isso finalmente ocorrer, o grau de precisão poderá diminuir devido ao aumento do uso do ativo como unidade de conta.

Quanto tempo levará para o Bitcoin ter status de dinheiro? Deixe seus comentários abaixo.


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br