Enquanto a demanda por uma moeda forte aumenta em um mundo de juros negativos e risco de hiperinflação, o poder computacional direcionado ao Bitcoin aumenta. Após a recuperação do poder de mineração perdido no evento do banimento chinês, a rede Bitcoin se aproxima do seu nível mais alto de gasto de energia.

Dave Perrill, CEO da provedora de infraestrutura para mineração Compute North, disse recentemente que espera que o gasto energético do Bitcoin dobre no próximo ano. “Os principais participantes da indústria prometem que centenas de megawatts de capacidade estarão online em 2022.”, concluiu.

hash rate do bitcoin
Taxa de hash (mineração) do bitcoin em escala logarítmica e o preço do bitcoin. Fonte: BuyBTCWW.

Mas o que pode ser o pesadelo de alguns ambientalistas perdidos na discussão do gasto energético do Bitcoin, é o sonho cypherpunk de bitcoiners. Quanto maior a taxa de hash do Bitcoin, mais custoso seria um ataque contra a rede, o que torna a moeda digital mais segura.

O Bitcoin é na verdade benéfico ao meio ambiente

Como a rede Bitcoin é robusta e o ativo digital é escasso, o bitcoin pode ser considerado uma moeda forte como o ouro, e isso tem consequências significativas para o meio ambiente no longo prazo. Foi isso que entendeu Jordan Peterson em uma conversa com Saifedean Ammous, escritor do The Bitcoin Standard.

“Enquanto estivermos usando dinheiro cada vez mais forte, estamos sendo capazes de prover um futuro melhor. E isso está reduzindo nossa incerteza sobre o futuro. Agora, você pode estar bastante confiante de que o dinheiro pelo qual você trabalhou hoje, você pode guardar e ele estará lá para você daqui a cinco anos.

E então você começa a pensar mais em você daqui a cinco anos. E como nossa tecnologia por dinheiro melhorou, e como nossa capacidade de economizar melhorou, nosso horizonte de tempo se expandiu, nossa preferência temporal cai.

Começamos a pensar cada vez mais sobre o futuro, o que nos incentiva a economizar mais, para investir mais, o que leva a acumulação de capital e o aumento da produtividade.”, explicou Ammous em um podcast.

A baixa preferência temporal, que é basicamente a falta de pressa de um indivíduo em satisfazer as suas necessidades, é extremamente benéfica para a sociedade do ponto de vista da sustentabilidade.

Enquanto que a alternativa, a moeda fiduciária, estimula o consumismo uma vez que seu dinheiro perde valor ao longo do tempo enquanto mais moeda entra em circulação. Nos países com a inflação mais controlada, você tem uma média de 6% a 7% de desvalorização por ano, o que significa que em 10 anos você perde metade do valor das suas economias.

Nesse sentido, Jordan Peterson concluiu:

“Portanto, um dos problemas que as pessoas estão preocupadas sobre o meio ambiente e o aquecimento global estão tentando resolver é que eles estão tentando aumentar a preocupação global. ‘Pense globalmente, aja localmente’.

Você deve estar levando todas essas outras coisas em consideração, e não consumindo como um louco e despojando o planeta. Mas, implícito em seu argumento [de Saifedean], pelo que posso entender, é que se você estabilizar a moeda para que ela não possa ser inflada e você torna o horizonte temporal das pessoas muito mais longo, que elas vão se preocupar com uma variedade muito maior de coisas que estão distantes deles, como o meio ambiente.

Porque eles podem, eles agora são capazes de fazer isso em vez de ter que lutar continuamente pela sobrevivência emergencial a curto prazo.”

Mas o gasto energético da mineração vale a pena? 

A essa altura do artigo você deve estar se perguntando se os benefícios superam os malefícios de inúmeras fazendas de mineração gastando quantidades absurdas de energia.

O primeiro ponto nesta discussão é a dificuldade de definir o que são quantidades absurdas de energia. Enquanto a grande mídia noticia repetidamente que a mineração do Bitcoin gasta mais energia que alguns países como a Argentina, também é verdade que o sistema bancário gasta mais energia que o Bitcoin.

gasto anual de energia de bancos, ouro e bitcoin

O gasto energético da mineração de ouro também supera a mineração do “ouro digital”, segundo dados da Galaxy Digital.

Entrando em pontos mais curiosos, os secadores de roupa apenas nos Estados Unidos já superam o gasto energético de toda a mineração global de Bitcoin. O uso de ar condicionado no mundo resulta em um gasto 18 vezes maior do que a mineração de bitcoin.

Logo, a próxima questão a ser respondida é: “vale a pena gastar toda essa energia?” Os investidores de Bitcoin, por exemplo, poderiam responder que não vale a pena gastar 250 TWh por ano para sustentar o sistema financeiro tradicional.

Como o valor é subjetivo, ou seja, depende da avaliação de cada indivíduo, não cabe a mim ou a você dar uma resposta definitiva. Enquanto houver pessoas que consideram que vale a pena, elas irão minerar bitcoin, e não há nada que você possa fazer em relação a isso.

Até hoje só o governo da China tentou interromper essa atividade, e seus esforços se mostraram inúteis.

Veja mais:

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.