Como já noticiamos por aqui, a Poloniex está abandonando os Estados Unidos e fechando as contas de seus clientes no país. Aqueles que não retirarem os fundos podem pagar taxas e ter seus ativos enviados ao governo.

De acordo com os planos anunciados pela Circle (antiga dona da Poloniex), em 16 de dezembro de 2019, o site da Poloniex nos EUA será encerrado e fechará todo o acesso às carteiras existentes na plataforma.

Todas as criptomoedas que ainda estão nas carteiras da Poloniex nos EUA nessa data serão negociadas por algum tempo pela stablecoin USDC. A empresa planeja lançar um novo site de retirada para clientes no primeiro semestre de 2020 e, em seguida, poderá cobrar uma taxa de serviço pelos fundos em USDC armazenados no novo site.

“Se os clientes da Poloniex nos EUA não retirarem seus ativos antes, eles enfrentarão várias ações: perderão o acesso direto às suas contas na Poloniex nos EUA. Seus ativos serão negociados e armazenados como USDC. Podem ser cobrados uma taxa mensal de serviço e / ou uma taxa única de dormência. ”, disse a empresa em seu blog.

Além dessas medidas, os clientes que insistirem em manter seus ativos na Poloniex poderão ter seus bens enviados para o Estado, de acordo com a legislação de posses abandonadas:

“Os ativos em contas inativas podem ser enviados ao estado do titular da conta, de acordo com os regulamentos para propriedades abandonadas. A Poloniex EUA também pode cobrar taxas de inatividade antes de enviar propriedades abandonadas para um estado consistente com os regulamentos aplicáveis. ”, complementou a Circle.

O que você acha da iniciativa da Circle em enviar os bitcoins dos clientes ao governo? Deixe sua opinião nos comentários.