A exchange de criptomoedas Kraken destacou as diferenças entre Ethereum (ETH) e Cardano (ADA), criptomoedas consideradas “concorrentes” pelos entusiastas de smart contracts.

A exchange observa em uma postagem no blog que ambas as plataformas descentralizadas oferecem ofertas semelhantes, mas têm “filosofias diferentes”.

Kraken destaca que Cardano enfatiza uma “abordagem de design orientada por pesquisa”, enquanto o Ethereum foi construído para “ser um tipo de sistema operacional para qualquer número de ativos e programas personalizados”.

A exchange explica:

“Embora Cardano possa não prometer novos recursos inovadores, usuários e desenvolvedores podem achar que sua criptomoeda oferece otimizações atraentes baseadas em pesquisas científicas e verificação formal, um processo pelo qual seu código é verificado matematicamente.”

Veja abaixo as demais diferenças destacadas entre os dois projetos.

Origem

Enquanto o Ethereum foi criado por um jovem de 19 anos chamado de Vitalik Buterin, com a contribuição de outras pessoas, em 2015 (white paper publicado em 2013), a Cardano foi criada por Charles Hoskinson – que inclusive participou da criação do Ethereum -, e Jeremy Wood, em 2017.

Co-fundadores do Ethereum
Foto antiga de Vitalik Buterin (à esquerda) e Charles Hoskinson (à direita), ambos com camisa da ethereum.org.

A Cardano possui um token nativo de ticker ADA, enquanto o Ethereum é abastecido por ethers (ETH). Além disso, a Kraken nota também que a rede Ethereum já sofreu um fork (bifurcação de rede) que deu nascimento ao Ethereum Classic (ETC), que é gerido por outros desenvolvedores.

Visão

O Ethereum foi criado com a intenção de se tornar uma plataforma global de código aberto para ativos personalizados e novos tipos de aplicativos econômicos.

Considerado um dos projetos de blockchain mais ambiciosos até hoje, o Ethereum busca alavancar a tecnologia blockchain para descentralizar produtos e serviços em uma ampla gama de casos de uso além do dinheiro.

A Cardano, por outro lado, tem como principal caso de uso permitir transações em sua criptomoeda nativa, ADA, e permitir que os desenvolvedores criem aplicativos descentralizados seguros alimentados por ele.

No entanto, Cardano difere de outros projetos de blockchain, enfatizando uma abordagem de design orientada à pesquisa, com o objetivo de alcançar um rigor acadêmico que acredita que impulsiona a adoção de sua tecnologia.

Lançamento e emissão dos tokens

O Ethereum foi o primeiro ICO do mundo. Essa ideia foi impulsionada por uma organização sem fins lucrativos, a Ethereum Foundation, que vendeu 72 milhões de ETH em uma venda coletiva e arrecadou US$ 18 milhões na época.

A Cardano seguiu os passos do Ethereum neste sentido. Na época de seu lançamento, aproximadamente 31 bilhões de ADA foram criados, quase 26 bilhões dos quais foram vendidos a investidores por uma empresa sediada no Japão contratada para gerenciar a venda. Os participantes puderam comprar vouchers que posteriormente poderiam ser trocados por ADA no lançamento do software.

Design de rede

Para criar dapps, os desenvolvedores escrevem programas, chamados contratos inteligentes, e implantam esse código no blockchain Ethereum. Esses dapps são essencialmente grandes construções de contratos inteligentes que podem ser acionados se e quando resultados específicos forem alcançados.

Semelhante ao Bitcoin, o Ethereum emprega a mineração Proof of Work (PoW) para proteger seu blockchain.

No entanto, a rede está em processo de migração para o Ethereum 2.0 (que recentemente mudou de nome), quando planeja alterar seu mecanismo de consenso para uma alternativa chamada Proof of Stake (PoS).

Sob esse modelo, qualquer usuário que possua um mínimo de 32 ETH pode bloquear esses fundos em um contrato e ganhar recompensas por resolver os cálculos necessários para adicionar novos blocos ao blockchain.

Para proteger a sua rede, a Cardano usa Ouroboros, um mecanismo de consenso semelhante ao Proof of Stake (PoS) que permite aos usuários validar transações e obter novas ADAs.

Ouroboros divide o tempo em épocas e slots, onde as épocas são os intervalos de tempo abrangentes e os slots são incrementos de 20 segundos dentro das épocas.

Dentro de cada slot, um líder de slot é escolhido aleatoriamente e é responsável por escolher os blocos que são adicionados ao blockchain.

Uma vez que a época terminou, os líderes de slot anteriores elegem os líderes de slot da próxima época.

Política monetária

O Ether (ETH) é a principal criptomoeda que alimenta o Ethereum. Semelhante ao Bitcoin, o ETH é criado em cada bloco e distribuído para seus mineradores.

No entanto, onde o Bitcoin tem uma oferta limitada, a Ethereum não impõe um limite à quantidade de ETH que pode ser cunhada, e sua oferta está atualmente programada para aumentar 4,5% a cada ano.

Notavelmente, mudanças na política monetária são propostas por desenvolvedores e votadas por nós e mineradores que executam o software.

O blockchain do Ethereum também é alimentado por outra função criptográfica chamada “gás”, que é uma unidade computacional especial usada para as taxas de computação. É importante notar que quanto mais complexo o cálculo, mais gás um determinado programa exigirá.

Na Cardano, a ADA é a principal criptomoeda que alimenta a rede, ela é cunhada em cada bloco e distribuída aos líderes de slots como recompensas pela verificação de transações.

Como muitas outras criptomoedas, o fornecimento de tokens ADA é limitado, o que significa que, de acordo com as regras do software, haverá apenas 45 bilhões de ADA.

No início de 2021, 31 bilhões de ADA estavam em circulação, com os 14 bilhões restantes programados para serem emitidos por meio de cunhagem.

De acordo com dados do Coingolive, o ETH está sendo negociado a US$ 2.464 no momento da escrita, uma queda de mais de 20% nos últimos sete dias.

O ativo nativo da Cardano, ADA, está sendo negociado a US$ 1,03 no momento da escrita, uma queda de 23% em relação ao preço de uma semana atrás. O 6º criptoativo classificado por valor de mercado perdeu quase 6,3% de sua cotação somente nas últimas 24 horas.

Leia também:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br