O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, entrou na lista dos 15 bilionários mais jovens dos Estados Unidos. Recentemente, a Forbes lançou sua famosa lista de bilionários do mundo, enquanto a Business Insider compilou os americanos mais jovens.

Fortuna de CEO da Coinbase é de US$ 1 Bilhão

Brian Armstrong é o mais velho dos 15 bilionários mais jovens listados pelo Business Insider. Aos 37 anos, seu patrimônio líquido é estimado em US$ 1 bilhão, o que o coloca na 90ª posição da lista completa da Forbes.

Armstrong co-fundou a Coinbase, juntamente com Fred Ehrsam, que já havia sido listado na Forbes e na Time Magazine “30 pessoas com menos de 30 que estão mudando o mundo”.

A Coinbase é a maior bolsa de bitcoins dos EUA no momento. Também opera o Coinbase Pro, anteriormente conhecido como GDAX. A empresa foi avaliada em US$ 8 bilhões em 2018, quando levantou US$ 300 milhões de gigantes de capital de risco como Tiger Global Management, Andreessen Horowitz e Polychain.

A fortuna de Armstrong representa apenas 1% dos US$ 100 bilhões de patrimônio líquido total dos 15 bilionários mais jovens dos Estados Unidos.

O mais rico da lista é o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, que tem 35 anos de idade. Seu patrimônio líquido é estimado em US$ 54,7 bilhões.

Podemos contar com Zuckerberg na lista de bilionários que trabalham com moedas digitais, desde que aterrorizou banqueiros centrais e governos com o projeto Libra.

Curiosamente, Michael Novogratz e os irmãos Winklevoss não fizeram parte da lista da Forbes, que inclui mais de 2.000 bilionários.

O co-fundador da Ripple, Chris Larsen, alcançou a 804ª posição com US$ 2,6 bilhões. Larsen foi CEO da Ripple até dezembro de 2016 e agora é presidente executivo.

Bilionários estão US$ 700 Bi mais pobres

A pandemia de coronavírus que acabou desencadeando a crise econômica, colocou uma enorme pressão nas bolsas de valores, diminuindo significativamente o equity dos mais ricos.

Em 18 de março, a Forbes contava 2.095 bilionários, 58 a menos em relação ao mesmo período de 2019 e 226 a menos do que apenas cerca de duas semanas antes.

51% dos bilionários listados estão menos ricos hoje do que em 2019. Seu patrimônio líquido combinado é de US$ 8 trilhões, uma queda de US$ 700 bilhões em relação ao ano passado.

Para ler mais sobre o quanto a crise da Segunda-Feira Negra afetou os bilionários, leia a matéria da Forbes: 10 mais ricos perderam US$38 bilhões na “Segunda-Feira Negra”.


Aproveite para se inspirar e assista o vídeo: As 5 pessoas mais ricas do mundo! (De 2019, mas boa parte continua sendo válida ainda hoje; veja a lista atualizada aqui)