Com o fechamento de inúmeras fábricas, lojas, e até restaurantes em quase todo o continente, o epicentro da pandemia sofre cada vez mais. A China sofreu uma enorme queda econômica na sua história moderna.

Atividade econômica desaba nos 2 primeiros meses de 2020
Contrações econômicas por ano da China. Fonte: National Bureau of Statistics, Bloomberg.

Queda de produção industrial (Laranja) em 13,5%; vendas por varejos caindo 20,5% (Branco), e investimentos em ativos fixos caindo 24,5% (Azul) no primeiro bimestre de 2020. Além disso, houve taxa de desemprego recorde em fevereiro, fechando em 6,2% da população durante o pico de casos da doença fora do país de origem.

Por conseguinte, ações do governo da China envolveram a quarentena da província de Hubei, além de feriados prolongados, restrições de viagens e negócios e cancelamento de festivais de grande porte, na tentativa de reduzir os efeitos da queda econômica.

Isto acabou resultando em uma economia mais estagnada ainda.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Além disso, comentários de Iris Pang, Economista do Banco ING na China, alegam que a quebra de exportação de suprimentos para a demanda global pode continuar até abril.

Uma árdua, lenta restauração

A contenção da epidemia pela China está dando frutos, mas há um desafio à frente no controle da disseminação em outros países. O crescimento da economia global e do comércio pode desacelerar em certa medida, o que exercerá algum impacto no crescimento econômico da China.

Porta-voz do Bureau Nacional de Estatística, Mao Shengyong, em Pequim

Enquanto muitos possuem grandes incertezas sobre o futuro da economia global, economistas da China continuam acreditando em um futuro próspero.

A China está chegando ao fundo do poço. Mas não será uma recuperação “em forma de V“.

Raymond Yeung, economista-chefe da China no Australia & New Zealand Banking Group, em Hong Kong

Gostou do conteúdo? Não esqueça de seguir o nosso canal do Telegram, assim você não perde nenhuma notícia!


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!