O bitcoin (btc) tem se tornando cada vez mais uma moeda importante para a economia mundial, especialmente em países que sofrem com inflação, como a Venezuela e a Argentina.

Mas apesar da popularidade como reserva de valor, assim como o ouro, não é tão comum ver estabelecimentos aceitando o bitcoin como moeda corrente em estabelecimentos comerciais, porém existem economias inteiras que funcionam com pagamentos em criptomoedas, provando que isso é realmente possível.

Hoje você vai aprender a aceitar bitcoin e outras criptos em seu estabelecimento de maneira simples e rápida, seja ele físico ou online.

Leia também:  Estudo mostra que comércios que aceitam Bitcoin atraem mais clientes e vendas


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Como aceitar Bitcoin na loja física?

Talvez você já aceite bitcoin e nem saiba. Se você for dono de uma maquininha da Cielo, bom, qualquer cliente que tiver uma carteira Bitfy poderá transferir bitcoins para você.

Basta selecionar a opção “crédito à vista” e apertar a tecla verde quando aparecer a opção de pagamento aproximação. E então o cliente com a carteira Bitfy pode pagar em BTC usando o QR Code da máquina e você recebe em reais.

Fizemos um vídeo mostrando como usar a carteira da Bitfy para pagar no Outback, veja como é fácil:

Simples não é mesmo? Mas se eu não tenho uma máquina da Cielo?

Tem uma opção mais simples ainda, que é aceitar bitcoin direto no seu celular ou computador do caixa. Basta escolher uma das melhores carteiras de bitcoin, baixar e você já poderá enviar e receber btc para o mundo todo.

Mas e se você quer aceitar bitcoin e receber em reais?

Apesar do Bitcoin evitar intermediários de confiança desde seu documento de apresentação de 2008, o uso de um gateway de pagamentos pode ser um facilitador interessante para você que tem loja física e quer receber na moeda local.

A utilização da BitPay ou Kamoney, por exemplo, podem permitir que o cliente pague em bitcoin, mas o vendedor receba diretamente em reais, sem as altas taxas dos cartões de crédito e riscos de estorno.

A desvantagem de usar gateways é a dependência do serviço de terceiros, que podem não te aceitar como cliente ou mesmo mudar as regras do jogo no meio do caminho (aumentando as taxas, por exemplo).

A Microsoft e a Twitch são exemplos de empresas que usam intermediários para aceitar criptomoeda.

Dicas para lojas físicas que pretendem aceitar Bitcoin

Aqui vamos te dar algumas dicas para receber e melhorar a recepção de bitcoin na sua loja física.

Obviamente, nenhum empresário quer abrir seus números para todo mundo, já imaginou se cada recibo de pagamento mostrasse para o cliente o quanto você tem em carteira, o quanto faturou no mês e outros dados?

A transparência do blockchain pode ser um problema, mas nada que algumas boas práticas não resolvam. A reutilização de endereços de recebimento é a principal prática que você deve evitar.

Portanto, plaquinha de “Aceitamos Bitcoin” com um QR code para a carteira, apesar de elegante e chamativa, deve ser usada com cuidado. Se for fazer uma, pelo menos tenha em mente que aqueles bitcoins podem ser observados por qualquer pessoa que salve o endereço e deseje bisbilhotar o quanto você recebe.

No geral, busque sempre usar um endereço diferente para cada venda, assim cada cliente só sabe da sua própria compra. Os bons aplicativos de carteira já geram um novo endereço para cada transação por padrão, e os gateways também gerenciam isso para você, mas é bom ficar de olho.

Outro ponto importante é o treinamento dos funcionários, se você não quer que eles tenham acesso aos fundos não deve compartilhar a mesma carteira. Para esse caso, você pode configurar uma carteira “watch-only” usando a Guarda Wallet, por exemplo, e os funcionário terão apenas a informação de que estão recebendo o pagamento, mas não poderão gastá-los.

Outra solução ainda mais sofisticada é usar o BTCPay Server, no qual é possível até mesmo configurar um menu do estabelecimento, com preços já definidos para cada produto, e exportar apenas a chave pública mestra (xpubkey) da sua wallet e importar na BTCPay Server para seus empregados.

PoS da BTCPayServer

Não esqueça que os envios de bitcoin são irreversíveis. Uma vez confirmada a transação não é possível alterá-la. Por isso é sempre bom verificar se o endereço fornecido está de acordo com a sua carteira.

É necessário ter cuidado com a legislação do local onde você vive para evitar problemas judiciais. Explicamos um pouco sobre a declaração de bitcoins no Brasil no artigo: Como declarar bitcoins no imposto de renda.

Como aceitar Bitcoin no seu WordPress?

Ok, você já tem bitcoin na sua loja física, mas como aceitar no seu comércio online? É possível que sua loja esteja funcionando via WordPress e é nele que iremos focar a integração. 

O WordPress é uma das plataformas mais usadas na internet, tanto para comércio quanto para produção de conteúdo. Para aceitar bitcoin e outras criptomoedas nele é algo relativamente simples, em um processo de 10 minutos você terá tudo configurado e seguro.

Aceitar bitcoin e outras criptos com gateway de pagamento:

Primeiramente falaremos do método mais fácil e simples para integrar qualquer loja neste CMS, o uso de processadores de pagamento. Usaremos o Globee, um sistema desenvolvido por Riccardo Spagni (desenvolvedor da criptomoeda Tari e ex-chefe de desenvolvimento da Monero), ele permite aceitar diversas moedas como:

Esse gateway de pagamento se integra no Woocommerce do WordPress e também em outras plataformas como Prestashop e Magento. Ele cobra uma taxa de 1% sob as vendas e 0% se você for uma ONG. Há também o Business Plan com taxas mais atrativas para grandes e-commerces.

Você só precisa de um e-mail e nome para iniciar sua conta clicando em “Create Account”. Após criar a conta, basta instalar o plugin da Globee.

Instalando o plugin:

  1. Baixe o plugin mais recente.
  2. Abra o console do seu site, navegue até os Plugins e clique em Adicionar Novo, a seguir clique em Carregar Plugin.
  3. Carregue a pasta zip quando solicitado e siga as instruções de instalação.
  4. Uma vez instalado, clique em “Ativar Plugin”.
  5. Clique em “Configurações” no plugin GloBee.

Conectando GloBee e WooCommerce

  1. Faça login no GloBee em uma guia diferente do navegador e navegue até “API -> API de pagamento”.
  2. Clique no botão “Criar nova chave”.
  3. Preencha o campo do rótulo.
  4. Clique em “Criar chave”.
  5. Copie a “Chave”
  6. Na página de configurações do plug-in WooCommerce GloBee, cole a chave no campo “Chave de API de pagamento”.
  7. Salve as alterações e você estará pronto para começar a aceitar pagamentos através de GloBee.com.

Em “Settlement Option”, você deve colocar seu endereço de Bitcoin ou Monero e escolher em qual das duas moedas deseja guardar os valores recebidos. Todos as criptomoedas vão direto para sua carteira. 

Entretanto, há outros métodos para quem quiser integrar criptos no seu comércio.

Aceitar bitcoin sendo seu próprio processador de pagamentos

Para aqueles que precisam de mais privacidade e querem se tornar o próprio gateway de pagamentos, recomendamos o BTCPay Server, uma solução que permite a integração de pagamentos com a segunda camada do Bitcoin (Lightning Network) e outras criptomoedas como Monero.

Ele tem suporte ao Tor, serve como um PoS (ponto de venda) e faz requisições de pagamento online. Contudo, para sua integração e criação é necessário um pouco mais de conhecimento técnico.

Essas são as principais opções para você aceitar bitcoin no seu comércio online ou físico. As opções são inúmeras e dão grande flexibilidade para o comerciante.

Se você quiser aprender mais sobre o que é bitcoin, preparamos um vídeo explicativo sobre a primeira e principal criptomoeda do mercado:

Tem alguma dúvida? Deixe nos comentários e em até 2 dias te responderemos (salve essa matéria nos seus favoritos).


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!