Até o final de Novembro, milhões de trabalhadores brasileiros terão recebido a primeira parcela de seu 13º terceiro salário, tão aguardado durante o ano. A economia brasileira receberá uma injeção de R$ 211,2 bilhões até dezembro por conta do 13º salário a ser pago a cerca de 84,5 milhões de brasileiros, segundo a DIEESE.. O valor representa aproximadamente 3% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Como aproveitar o 13º salário

A utilização desse dinheiro “extra” será diferente para cada perfil de trabalhador, que varia de acordo com a situação financeira de cada um. Confira abaixo as melhores dicas para que você possa aproveitar ao máximo o seu 13º salário no fim do ano.

Recomendamos sempre realizar o seguinte fluxo de prioridade: Colocar as contas atrasadas e dívidas em dia. Se preparar para os gastos do começo do ano. Você também pode poupar o 13º e investir. Caso sua vida financeira esteja em dia, você pode gastá-lo com presentes e viagens. Vamos olhar abaixo com mais detalhes:

Pague contas atrasadas e dívidas

Se você possui contas atrasadas e dívidas, quitá-las deve ser o primeiro uso do seu 13º. A prioridade de uso desse dinheiro deve ser pagar contas atrasadas como água, luz, gás, aluguel e condomínio, que são contas essenciais do dia a dia.

Caso você não tenha contas atrasadas, o 13º é uma alternativa para tentar renegociar suas dívidas com os credores, pagando a vista é possível conseguir excelentes descontos. Sempre priorize as dívidas de cartão de crédito e cheque especial, que possuem juros altíssimos. Logo em seguida, você pode priorizar as dívidas com juros menores, como consignado e empréstimos pessoais.

Antecipe algumas parcelas

Está com algumas parcelas pendentes em compras ou financiamentos? Você pode utilizar seu 13º salário para adiantar algumas parcelas e conseguir alguma folga no seu orçamento para os próximos meses. Com isso, é possível reduzir o número de parcelas e até mesmo obter algum desconto no adiantamento, dependendo do seu credor.

Fazendo isso, você reduz o seu endividamento e possibilita poupar o valor que seria gasto com o pagamento de parcelas. Evite sempre comprar produtos parcelados, porque comprar no débito ou à vista te possibilita barganhar melhor e conseguir melhores ofertas. Que tal começar o ano com essa prática?

Não se esqueça do começo do ano

Não possui dívidas, contas atrasadas ou financiamentos? Utilizar o 13º para se preparar para os gastos de começo de ano é uma boa estratégia. Se você tem filhos, esse dinheiro pode ser utilizado na compra de material escolar, que sempre sobe de preço no começo do ano. Além disso, é bom separar uma quantia para o pagamento do IPTU e IPVA (caso você tenha carro).

Reserva de emergência

É possível utilizar o dinheiro extra para criar seu fundo emergencial, o que é dar uma excelente utilidade para o 13º salário. Muitos especialistas em planejamento financeiro recomendam que esse colchão de segurança cubra, pelo menos, seis meses dos seus gastos mensais.

Essa reserva de emergência serve para te proteger de imprevistos, afinal, o futuro é incerto e é sempre bom estar preparado para não comprometer o seu orçamento com algum gasto inesperado. Uma reserva de emergência também oferece maior tranquilidade para você.

Invista

Se você está com a sua vida financeira em dia, pode utilizar seu 13º para aumentar sua parcela de investimentos. Você pode separar esse valor em 3 potes: um para o curto prazo, outro para médio prazo e o terceiro para longo prazo. É possível começar a investir em diferentes opções que variam de acordo com o seu perfil de investidor.

Existe uma variedade de aplicativos de investimentos e corretoras para você começar essa jornada. Você pode utilizar seus potes para colocar seu dinheiro em cada tipo de investimento, dos mais arriscados como ações e criptomoedas até investimentos de renda fixa como Tesouro Direto e CDB.

Escolha com cuidado seus gastos nessa época do ano

Nessa época do ano é difícil priorizar um gasto em detrimento de outro. Ainda que você tenha suas próprias dívidas (parcelamentos no cartão de crédito a pagar, por exemplo), não quer deixar de viajar nas férias ou de presentear seus amigos e familiares no final do ano. Entretanto, a racionalização de gastos é fundamental para manter um orçamento equilibrado.

Reflita sobre a real necessidade desses gastos e sempre busque minimizá-los quando possível. Você pode separar uma parcela do seu 13º salário para quitar dívidas enquanto utiliza a outra parte para aproveitar essa época de fim de ano, por exemplo.

Aproveite seu dinheiro

Com as finanças organizadas, você também pode escolher por aproveitar seu 13º salário de acordo com a sua preferência. Compre algum presente que você sempre quis ou aproveite para fazer uma viagem, afinal, é bom aproveitar seu dinheiro que foi fruto de um ano de trabalho.

Só tome cuidado para não sair comprando exageradamente tudo o que aparecer à vista. Aproveite que você tem dinheiro no bolso e barganhe o máximo que você conseguir. Ficará surpreso com a economia e a quantidade de bons negócios que você vai conseguir fazer. Com dinheiro em mãos, seu poder de negociação aumenta, tornando mais fácil conseguir descontos.

Leia também:

20 dicas para poupar até mil reais extras por mês

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.