Cointimes

ADs

Descartados pelo Facebook, desenvolvedores levantam R$1 bilhão para construir blockchain próprio

Meta Facebook criptomoeda

Ex-funcionários da Meta arrecadaram US$ 200 milhões (~ R$1 bilhão) de venture capitals (VCs) em uma rodada de investimento para desenvolver sua própria versão da “criptomoeda do Facebook”.

Após o projeto cripto da Meta ser descartado e vendido para a Silvergate Capital por US$ 182 milhões, os desenvolvedores por trás do projeto iniciaram um projeto de blockchain independente chamado de Aptos.

O Aptos foi anunciado no final do mês passado, mas com planos de lançamento oficial apenas em meados do terceiro trimestre de 2022. Na terça-feira (15), eles anunciaram que uma rodada de investimento estratégico resultou em US$ 200 milhões levantados.

O levantamento de capital foi liderado pela Andreessen Horowitz (a16z), mas contou com participação da Tiger Global, Multicoin Capital, Three Arrows Capital, FTX Ventures, Coinbase Ventures, e outras VCs.

Aproximação do Ethereum

O CEO do Aptos, Mo Shaikh, que trabalhou anteriormente na carteira da Meta, Novi, disse que tinha conexões estreitas com a comunidade do Ethereum, da qual a equipe quer fazer parte:

“Queremos fazer parte desse ecossistema. Não estamos aqui necessariamente para competir. Queremos complementá-los e os desafios [que a comunidade enfrenta] – seja algo como o evento do Wormhole que ocorreu – nos dá uma indicação clara de que as coisas precisam ser construídas com responsabilidade desde o início.”

A equipe do Aptos afirmou que não licenciará ou utilizará nenhuma propriedade intelectual da Diem que a Silvergate possui porque construiu sua própria blockchain. A avaliação da empresa não foi divulgada, mas é possível que seja superior a US$ 1 bilhão, de acordo com os fundadores, que disseram que estava bem “no território dos unicórnios”.

Aptos é outra blockchain de camada 1 que a coloca em similaridade com Ethereum e Solana. Ele usa uma linguagem de codificação chamada Move, com a qual visa atrair um grande número de desenvolvedores das redes existentes.

A devnet, criada para que outros desenvolvedores possam experimentar e testar aplicações na nova rede. A rede principal (mainnet) deverá ser lançada ainda este ano.

O time acrescentou que várias empresas de criptomoedas proeminentes já se envolveram com ele, incluindo Anchorage, Binance, Coinbase, Livepeer, Moonclave, Paxos, Paymagic e Rarible.

O CTO do Aptos, Avery Ching, comentou que “as blockchains atuais não são tão confiáveis quanto os trilhos financeiros existentes, vimos problemas de inatividade e interrupções que duram horas”, presumivelmente em referência às múltiplas interrupções recentes de Solana.

O Aptos está entrando em um espaço cada vez mais lotado que já possui inúmeras redes blockchain fazendo essencialmente a mesma coisa. Dessa vez os desenvolvedores da Diem construirão algo que não será descartado com o tempo? Comente a sua opinião abaixo.

**Errata: o valor no título da matéria foi corrigido de “R$1 milhão” para “R$1 bilhão”.

Leia também:

Leia outros conteúdos...

© 2023 All Rights Reserved.

😲 Você sabia que pode estar PERDENDO dinheiro enquanto lê notícias? 📰

🔥 Baixe nosso app AGORA e GANHE Bitcoin enquanto se informa! 🔥

⏰ A cada segundo que passa, é Bitcoin que você deixa de ganhar! ⏰

Cover

Ganhe Bitcoin assistindo Youtube, navegando na internet ou fazendo compras!