Breaking News  
Criptomoeda grin, a moeda inspirada em uma mágica de Harry Potter Altcoins

Criptomoeda grin, a moeda inspirada em uma mágica de Harry Potter

“Mimblewimble, impede seu oponente de pronunciar um feitiço” – Gilderoy Lockhart

Neto Guaraci
Neto Guaraci

O universo das criptomoedas é cercado de mistérios, puzzles impossíveis de desvendar, bilionários anônimos, conspirações governamentais e até hoje não sabemos quem criou o Bitcoin. E a criptomoeda Grin parece repetir a mesma escrita do bitcoin.

Um outro mistério está surgindo e ele vem diretamente do mundo mágico de Harry Potter, passa pela deep web e chega em uma nova criptomoeda;

De Harry Potter aos mágicos do Bitcoin

Andrew Poelstra – Desenvolvedor do Bitcoin Core

Era noite de  01 de agosto de 2016, o IRC Bitcoin_wizards estava vazio e parado como na maior parte dos dias. Até que uma pessoa chamada Tom Elvis Jedusor, com o nick majorplayer apareceu :

Oi, eu tenho uma ideia para melhorar a privacidade do Bitcoin, Um amigo que conhece a tecnologia disse que esse canal teria interesse http://5pdcbgndmprm4wud.onion/mimblewimble.txt

Jedusor é um anagrama em francês para Lord Voldemort. Da mesma que forma que Satoshi Nakamoto criou o Bitcoin e simplesmente desaparece depois de um tempo. Nosso Lord Voldemort deixou a receita de uma “magia” e sumiu.

O endereço .onion não existe mais, porém o desenvolvedor do Bitcoin Core Andrew Poelstra colocou o Mimblewimble disponível a todos.

A mágica do silêncio – Mimblewimble

via GIPHY

 O Mimblewimble apareceu pela primeira vez em Harry Potter pelo professor de Artes das Trevas de Hogwarts, Gilderoy Lockhart. A mágica serve para enrolar a língua do mago adversário, é um mecanismo de defesa.

Na vida real o Mimblewimble  é um protocolo que faz a mesma coisa que a mágica, ou seja, ela é usada para prevenir que o blockchain fale as informações de seus usuários.

Se você é um usuário mais técnico, bom, vou deixar um podcast com Andrew Poelstra, que é um matemático na Blockcstream (empresa que tem um satélite usado para transmitir transações de bitcoin):

Criptomoeda Grin – a moeda “mágica” e o Facebook

Grin Logo

Ontem, dia 20/11 tive mais uma surpresa com toda essa história.

O mega investidor e pai monetário” do Facebook, Peter Thiel, resolveu investir na empresa envolvida no desenvolvimento da primeira implementação do Mimblewimble.

A criptomoeda Grin foi o primeiro projeto a implementar o Mimblewimble em uma testnet. Seu lançamento oficial ocorrerá em em 15 de janeiro de 2018. Apesar do grande investimento de Peter Thiel, a Grin será um projeto completamente comunitário.

Outro projeto também pretende usar esse mesmo protocolo como base, é o Beam, mas dele vamos falar em outro post.

Você acha que o projeto vai dar certo? Deixe nos comentários sua opinião e não esqueça de assinar nosso canal no telegram, FacebookTwitter e Instagram.

Neto Guaraci
Neto Guaraci

Sou estudante de Gestão de Negócios e Inovação na Fatec-Sebrae. Trabalho na Foxbit, ajudo na criação de conteúdo. Amo falar sobre criptomoedas, liberdade financeira e empreendedorismo. Se você também gosta, entre em contato. :)

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.