Passfolio

O número de caixas eletrônicos de criptomoedas em todo o mundo cresceu exponencialmente em 2021, com mais de 20.000 novas instalações feitas desde dezembro passado.

Isso é mais do que o total de todos os ATMs cripto colocados em operação nos sete anos anteriores.

Quase 34.000 caixas eletrônicos de criptomoedas disponíveis globalmente

Os caixas eletrônicos que oferecem aos usuários opções de compra e venda de criptomoedas por moeda fiduciária estão aumentando em um ritmo sem precedentes.

Dados compilados pelo Coin ATM Radar mostram que seu número no final de 2021 está se aproximando de 34.000.

Em um ano em que o mercado cripto atingiu níveis históricos, mais de 20.000 novos dispositivos surgiram globalmente.

De acordo com o gráfico de crescimento das instalações atualizado pelo site de rastreamento, os ATMs bitcoin eram menos de 13.000 em dezembro de 2020 – ou seja, todos os ATMs registrados desde outubro de 2013 – enquanto 12 meses depois eles excedem 33.900. Um aumento de quase 200%.

gráfico com o aumento de caixas eletrônicos de criptomoedas

Os caixas eletrônicos podem ser encontrados em quase todos os cantos do planeta, mas sua disseminação ainda é bastante concentrada.

Cerca de 30.000 de todos os BATMs (ATMs bitcoin), aproximadamente 90% do valor bruto, estão operando nos EUA. Seu vizinho ao norte, o Canadá, está em um distante segundo lugar, com um pouco mais de 2.200 máquinas.

El Salvador, que aceita Bitcoin, já está entre os líderes com suas 205 máquinas, ultrapassando países da UE como a Espanha, que tem menos de 200, e a Áustria, com 142.

Em 29 de dezembro, toda a Europa tinha apenas 1.384 caixas eletrônicos com criptomoedas, ficando atrás dos principais mercados da América do Norte.

Várias empresas agora fabricam caixas eletrônicos que suportam criptomoedas. Os maiores players do mercado são Genesis Coin com quase 14.000 dispositivos, General Bytes com mais de 7.500 e Bitaccess com cerca de 5.000. Coinsource e Bitstop, com menos de 2.000 cada, completam os cinco primeiros.

Pelo menos 6.000 empresas mantêm caixas eletrônicos de criptomoedas em diferentes partes do mundo, com as 10 maiores operadoras responsáveis por 70% de todos eles.

As maiores empresas do setor são Bitcoin Depot, que detém um quinto do mercado com mais de 6.600 máquinas, seguida pela Coincloud (mais de 4.600) e Coinflip (quase 3.500).

Os caixas eletrônicos suportam várias criptomoedas e são dispositivos unilaterais ou bidirecionais. Este último oferece aos usuários a capacidade não apenas de comprar, mas também de vender suas moedas digitais.

A maioria dos BATMs oferece uma oportunidade de comprar bitcoin (BTC), e muitos oferecem outras moedas importantes, como bitcoin cash (BCH), ether (ETH), litecoin (LTC) e nano (XNO).

Caixas eletrônicos de criptomoedas no Brasil

Ainda de acordo com o CoinATMRadar, o Brasil possui 22 caixas eletrônicos da empresa Coincloud, única com informações disponíveis no explorador de caixas eletrônicos de Bitcoin.

Dos 22, 17 estão localizados no Estado de São Paulo.

caixas eletrônicos de criptomoedas no Brasil

No geral, por cidade:

  • Balneário Camboriú 1
  • Belo Horizonte 1
  • Campo Grande 1
  • Curitiba 1
  • Goiânia 1
  • Jaboatão dos Guararapes 1
  • Rio de Janeiro 4
  • São Bernardo do Campo 1
  • São Paulo 10
  • Vila Velha 1

A CoinCloud afirma em seu site que mais de 40 criptomoedas são aceitas em seus caixas eletrônicos, mas não especifica quais são.

Métrica de adoção das criptomoedas

O número de caixas eletrônicos de criptomoedas pode ser uma importante métrica para avaliar a adoção e aceitação dos ativos digitais no mundo, sendo um ponto físico de acesso e contato direto com o mercado.

Acompanhar a evolução e seu crescimento pode indicar muito sobre o crescimento do próprio mercado e a demanda existente.

Ao considerarmos que a maioria dos HODLers de Bitcoin chegaram este ano no mercado, não é de se estranhar o aumento superior a 200% em oferta de ATMs.

Passfolio