Passfolio

Depois de se recuperarem em julho, os ganhos do mercado de criptomoedas parecem ter estagnado nos primeiros dias de agosto, com a crucial capitalização de mercado de $1 trilhão de dólares sob ameaça. 

Embora ativos como Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) tenham tentado sustentar ganhos acima dos níveis chave, o mercado ainda não está fora da zona de perigo trazida pelo inverno cripto de 2022.

Saiba mais: Recente alta ainda não significa o início de um bull market, sugere Glassnode

Em particular, o Bitcoin parece incapaz de manter os ganhos acima de US $20.000, um fator que resultou em temores de que a principal criptomoeda pudesse reavaliar seu nível chave. 

Passfolio

Por outro lado, a segunda maior criptomoeda, Ethereum, parece ter estabelecido um sentimento de alta, especialmente depois de anunciar atualizações do merge, elemento que pareceu trazer esperança e confiança aos mercados cripto.

Apesar da incerteza no movimento de preços, a capitalização global do mercado está pairando acima de US $1 trilhão. A partir de 5 de agosto, o limite de mercado ficou em US $1.08 trilhão, um ligeiro aumento de US $10 bilhões em relação aos US $1.07 trilhão registrados em 29 de julho, de acordo com os dados da CoinMarketCap.

Mercado cripto global nos últimos 7 dias/CoinMarketCap

O mercado conseguiu ficar acima de $1 trilhão, apesar do Bitcoin permanecer instável durante os sete últimos dias. A capacidade do Bitcoin de se libertar dos US $20.000 foi fundamental para que o mercado geral recuperasse a capitalização de US $1 trilhão. 

No momento da redação, o BTC estava sendo negociado a $22.970, caindo quase 3% na última semana, de acordo com o CoinGecko.

Enquanto isso, o Ethereum registrou ganhos de menos de 2% nos últimos dias. Ainda assim, a moeda está entre os maiores ganhos registrados nas últimas semanas, no momento da redação, o ETH estava sendo negociado a US $1.664.

Os novos receios sobre a inflação

O mercado de criptomoedas continua a operar em um ambiente de alta inflação caracterizado pelo aumento dos juros. Inicialmente, o Bitcoin e o mercado em geral reagiram positivamente ao aumento das taxas de juros, mas os atuais padrões de comércio lateral provocaram novos temores sobre a inflação disparada.

Saiba mais: Momento de mercado: mesmo com possível formação de suporte do Bitcoin, o cenário macro segue nada otimista

Os analistas têm argumentado que os ganhos positivos se devem à experiência existente nos mercados de inflação e taxas de juros que dispararam. Entretanto, os dados do IPC de julho e um aumento das taxas de juros poderiam ampliar o mercado de baixa.

Leia também:

Passfolio