O Nubank, neobank mais utilizado no Brasil, agora permite seus clientes investirem em uma espécie de índice que acompanha o preço do Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), mas anunciou a funcionalidade como “compra de criptomoedas”, apesar de que o usuário não consegue sacar os ativos comprados e o banco não deixa isso claro, podendo levar os compradores ao erro.

Investir em BTC e ETH sintéticos no Nubank

A nova funcionalidade de “compra de criptomoedas” oferecida pelo Nubank havia sido liberada apenas para alguns clientes selecionados em um primeiro momento, mas agora já está disponível para toda a base de usuários do neobank brasileiro – cerca de 50 milhões.

As criptomoedas se destacaram em relação a outras formas de investimentos tradicionais, por ser a primeira vez na história do mercado financeiro onde os investidores podem assumir total controle de seus investimentos.

Sem precisar confiar, ou depender de um intermediário, que pode sofrer interrupções de serviço; ataques hacker (por guardarem grandes valores de muitos clientes – se tornando alvos); decisões arbitrárias de execução/não-execução de ordens; preços de compras mais caros que no restante do mercado; altas taxas de corretagem; entre outras diversas coisas que podem acontecer quando você depende de um único intermediário para cuidar de seu dinheiro.

Passfolio

Apesar do serviço estar sendo divulgado como “compra de BTC e ETH” e, apesar do comunicado oficial no blog da empresa dizer que “O Nubank nasceu para (…) devolver às pessoas o controle sobre o próprio dinheiro.” – não é bem isso o que o serviço está oferecendo.

"O Nubank nasceu para acabar com a complexidade do sistema financeiro e dos investimentos, e devolver às pessoas o controle sobre seu próprio dinheiro".
Fonte: Blog (29/06/2022 – 11:00am)

A compra na verdade é de uma espécie de fundo ou índice de investimento que acompanha a cotação do Bitcoin e Ethereum e entrega ao cliente um “ID” que o vincula com suas ordens de compras e vendas executadas pelo Nubank em outra plataforma. Fundos dos quais são custodiados por outra empresa, a Paxos (mesma empresa que custodia para Mercado Pago e Paypal).

"A Custódia dos criptoativos adquiridos por Você será realizada pela Paxos, nossa prestadora de serviços. Ao adquirir criptoativos você terá acesso ao seu número de identificação (ID), que corresponderá ao registro dos criptoativos adquiridos na Paxos. Você poderá utilizar o aplicativo do Nubank para visualizar a quantidade de criptoativos de sua titularidade. Deste modo, o Nubank não é o responsável pela Custódia dos criptoativos, mas apeas por disponibilizar o ID aqui previsto.

A Paxos mantém seguro sobre determinados riscos relacionados à Custódia de criptoativos, sendo certo que caso tal seguro precise ser acionado e o Nubank venha a receber alguma indenização, ele a repassará aos clientes prejudicados."
Fonte: Termos de Uso (29/06/2022 – 10:08am)

Na verdade, o Nubank é um intermediário do intermediário, que utiliza outro intermediário para guardar as criptomoedas.

Os clientes não podem sacar seus fundos e realmente “assumir o controle de seu próprio dinheiro”, conforme a missão do Nubank, que é quem tem o total controle sobre a conta dos usuários com a custodiante, Paxos, que é quem tem o total controle sobre o dinheiro (cripto) de cada compra no aplicativo.

E porque não poder sacar é um problema? Porque isso cria uma dependência direta do serviço do Nubank

Imaginem, por exemplo, que o aplicativo passe por uma manutenção, ou pare de funcionar por algumas horas, justamente antes de uma grande queda no preço do Bitcoin e você não consiga entrar para vender as “unidades” sintéticas que tem em sua carteira com o Nubank.

O mesmo poderia acontecer com uma decisão arbitrária de simplesmente não executar suas ordens de venda, conforme previsto nos termos e serviços – que a maioria das pessoas não irão ler. Ou executar com atraso, onde o próprio banco poderia se adiantar e vender seus próprios ativos antes dos seus clientes, caso tenha um volume muito grande de venda que poderia jogar o preço para baixo, conseguindo informação privilegiada.

"Por meio do aplicativo Você poderá acompanhar o andamento e a confirmação de execução das suas Ordens, bem como a quantidade de criptoativos de sua titularidade. Uma vez executadas as Ordens o Nubank apresentará à Você as telas de confirmação através do aplicativo.
O recebimento e a execução da sua Ordem podem ser atrasados ou impedidos em algumas situações, por exemplo, se houver inexatidão ou insuficiência de dados da Ordem, interrupções temporárias nos serviços de câmbio utilizados pelo Nubank, eventos de caso fortuito ou força maior, incluindo mas não se limitando a desastres naturais, guerra, atos de terrorismo, motins, ações governamentais, falhas de rede ou dispositivos externo aos do Nubank, sendo que, para determinados casos não haverá responsabilidade por parte do Nubank.
O Nubank poderá se recusar a receber ou executar Ordens, ou ainda, cancelar ordens eventualmente pendentes, e não assumirá nenhuma responsabilidade, caso o seu cadastro esteja desatualizado."
Fonte: Termos de Uso (29/06/2022 – 10:06am)

Quando o aplicativo volta a funcionar, ou o Nubank decide executar a sua ordem, o preço já caiu bem abaixo do que você estaria disposto a vender e você perdeu a chance de proteger seu capital.

Our pior… Vamos dizer que, por conta da queda, o aplicativo perca o interesse em oferecer os serviços (pelo motivo que for, como acontece com muitas empresas em grandes quedas) e agora ele mesmo transforma a quantidade em BTC e ETH que você tem para o proporcional em real (com prejuízo), pois esta é a única opção depois de comprar… Vender.

O cenário fica ainda mais preocupante, quando percebemos que não existe nenhuma comunicação clara do banco a respeito dos saques.

Nas páginas de compra do aplicativo, em nenhum momento eles dizem que não é possível sacar as moedas. Nem mesmo nos termos de uso encontramos qualquer menção à palavra saque/resgate ou similares (até hoje, dia 29 de junho de 2022).

Fonte: Termos de Uso e Aplicativo (29/06/2022 – 11:00am)

Assuma o controle de seu dinheiro!

Existe um ditado comum entre os entusiastas de criptomoedas: “Not your keys, not your coins”; ou “Se você não tem a chave privada, não são suas as moedas”.

Enquanto existe um intermediário fazendo a custódia, ou controlando as suas ordens de compra e venda, as criptomoedas não são realmente suas. Em situações inesperadas – como vem acontecendo muito – depender totalmente de uma empresa pode significar realmente perder muito dinheiro.

Quando você compra cripto e assume real controle de seu dinheiro, você pode vender em outras plataformas, caso uma ou outra pare de funcionar. E pode até mesmo decidir não vender, esperando o próximo ciclo de alta para não assumir o prejuízo.

Muitos estão dizendo que não importa e que o serviço do Nubank e outras empresas como o Mercado Pago e 99Pay, que oferecem algo parecido, é positivo para o mercado pois tira a complexidade do investimento e permite que mais pessoas participem, mas sem a possibilidade de fazer o saque, as possíveis consequências negativas são muitas.

Se educar faz parte do ato de investir!

E como o próprio Nubank disse, aproveite a oportunidade de assumir total controle sobre seu dinheiro. Infelizmente, neste momento, isso não acontecerá com essas plataformas de compra e venda de criptomoedas sintéticas. Espero que isso mude no futuro.

Busque informação e jamais invista em algo que você não entenda.

Leia mais:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.