Passfolio

“O golpe está aí, cai quem quer” acabou virando um meme na internet, mas ele também acaba passando uma lição importante para os investidores se manterem atentos aos projetos em que decidem investir, se envolver, ou sobre cuidados que devem ser tomados para não cair em golpes e melhorar a segurança de seu patrimônio.

Neste clima de final de ano e retrospectivas, listamos alguns golpes que aconteceram em 2021 com a intenção de que sirvam de lembrança e atenção para que os mesmos erros não sejam cometidos “no ano que vai nascer”.

1 – Tokens com utilidade limitada indo a zero

Este talvez seja o exemplo mais clássico de golpe no mercado de criptomoedas e teve um brilho especial em 2021 com a massificação dos jogos play-to-earn de NFT no metaverso.

Isso porque a maioria desses jogos possui tokens próprios cujo uso está limitado ao próprio jogo, mas que são abertos para negociação no mercado especulativo.

Com uma utilidade tão específica e limitada, em casos onde os jogos são descontinuados ou onde a equipe decide arbitrariamente recomeçar com um token novo, inutilizando o anterior, o token atual pode ir a zero.

E sim, isso acontece com uma frequência assustadora. O caso do Cryptomines foi só o mais recente deles.

Ainda mais assustador é ver que, enquanto escrevo esta matéria, o token ETERNAL continua com volume de negociação, com cotação de US$ 2,40, tendo visto uma alta de +25% nas últimas 24 horas.

Mesmo sabendo que o token perderá totalmente sua utilidade em alguns dias.

2 – O golpe da conta benevolente que irá duplicar suas criptomoedas

Outro golpe que também já está ficando ultrapassado, mas ainda vemos alguns casos de pessoas que se tornam vítimas, é o golpe da conta benevolente que promete duplicar os Bitcoins (ou qualquer outra criptomoeda) para os usuários que enviarem uma quantidade X para uma conta específica.

A mecânica é muito simples. Uma conta influente que veio trabalhando para conseguir certa influência, ou então que foi hackeada pelos golpistas, divulga um endereço e promete que todas as quantias enviadas para ele, serão retornadas para a conta de origem em dobro.

As pessoas enviam, mas “surpreendentemente” nunca recebem de volta.

3 – Phishing, talvez o pior deles

O golpe de phishing é talvez o mais difícil de ser evitado, com inúmeros casos registrados, inclusive com especialistas em segurança cibernética tendo se visto vítimas.

Phishing é uma técnica de crime cibernético que usa fraude, truque ou engano para manipular as pessoas e obter informações confidenciais.

Seu nome é baseado na palavra em inglês: fishing, que significa pescar.

O golpista coloca uma isca com a intenção de fisgar as vítimas.

No caso de criptomoedas é muito comum a criação de domínios falsos de carteiras ou sites que precisam de login com a chave privada (seed), que garante acesso e controle total aos fundos da vítima.

Noticiamos, por exemplo, um caso em que utilizaram link falso, com anúncio pago no google, para a carteira metamask – que é uma extensão de navegador que garante acesso à múltiplas redes e protocolos como Ethereum e Binance Smart Chain.

Existem inúmeros casos de phishing com sites de jogos play to earn ou plataformas descentralizadas como Pancakeswap, exchanges, etc.

Para evitar o Phishing, sempre verifique duplamente o domínio, link e aplicativo em que está inserindo suas chaves privadas, e informações pessoais.

Ter os sites salvos nos favoritos também pode ajudar, mas a dupla conferência continua sendo recomendada.

Leia mais:

Saiba como evitar pirâmides, scams e outros golpes

5 shitcoins para você não investir

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.