Ontem (21/11/2019) um grupo de investidores do Atlas Quantum participou de uma reunião com 3 diretores da empresa de trade. Os resultados não foram os melhores.

  • Resumo da reunião com o Atlas;
  • Revolta dos clientes do Atlas Quantum;
  • Resultado completo;

Resumo da reunião

O grupo de investidores que tenta fazer uma interlocução entre a problemática empresa e os demais clientes foi mais uma vez à mesa com a diretoria do Atlas.

Nenhuma solução definitiva para o atraso nos saques em bitcoin e reais foi proposta. O Atlas apenas apresentou uma ideia para tentar aumentar o volume de negociação dos BitAtlas, que já sofrem um deságio de 90%.

Os diretores do Atlas, mais uma vez, postergaram uma auditoria com acompanhamento de clientes. Eles alegam que “por questões jurídicas e de negociação com as exchanges, não é possível ter acesso e divulgar tais informações neste momento“.

Claro, os clientes ficaram revoltados com a falta de transparência e soluções da empresa.

cliente revoltado

Outro usuário comentou:

“PORRA TA DE SACANAGEM, NEM MOSTRARAM SALDO NENHUM??? QUE MERDA DE REUNIÃO”

Esses foram os principais pontos da reunião.

Se você quiser ler a descrição completa feita pela Comissão de Investidores, continue lendo o próximo parágrafo.

Veja também: [Exclusivo] Co-Fundador do Atlas ameaça acionar a Europol

++ Nunca declarei minhas operações e agora vou sacar no Atlas, o que fazer?

Pauta completa da reunião na Atlas

A Comissão de Investidores Atlas é uma iniciativa dos próprios grupos de usuários para que haja uma interlocução entre os clientes e a equipe da Atlas, com o objetivo de entender e colaborar mutuamente na solução dos problemas ocorridos com os saques.

A reunião foi realizada no dia 21 com os stakeholders técnicos, comercial e financeiro da Atlas, infelizmente o Rodrigo não pôde ficar presente, tendo apenas se apresentado pessoalmente aos participantes.

Tópicos abordados:

Saúde da empresa e estrutura da equipe atual. Quais expectativas e plano de reestruturação para longevidade da Atlas?

A Atlas continua funcionando ativamente, com equipe reduzida e existem algumas iniciativas para resolução dos problemas ocorridos, como o desenvolvimento de novos produtos, funcionamento do saque em reais, implementação dos recursos para KYC, continuação da tramitação com a CVM e aquisição de novas linhas de receita financeira, mais detalhes abaixo. Ouvimos alguns depoimentos em relação a iniciativas feitas pelo “Lab” da Atlas e da 4cadia (empresa incubada pela Atlas para iniciativas mais abrangentes no blockchain), alguns dos produtos não podem ser divulgados ainda.

O que houve com o saque em Reais? Existem saques pendentes desde dia 6/Nov pelo menos.


Houveram problemas técnicos e processuais na implementação e integração da solução atual, por este motivo os saques em Reais atrasaram. O responsável técnico discriminou a natureza dos problemas. A expectativa de resolução da operação é até o final da semana que vem, para logo em seguida reabrirem o fluxo de compradores e desta forma viabilizar os saques em Reais. Estão também atuando para viabilizar saque em dólares.

Consideram ainda como uma solução paliativa de curto prazo? Até quando?


O saque em Real é um recurso planejado e pode ser visto como uma solução a longo prazo, existe a expectativa inclusive de incorporar outras moedas como USD e existir um fluxo de compradores mais significativo, viabilizando um volume de recompra maior.

Deságio em mais de 90%: não há mais compradores? Estão procurando compradores ou interessados em fazer aportes na Atlas?


Foram feitos contatos com investidores dispostos a investir a longo prazo e sim, a Atlas continua a procura de novos interessados em comprar BTC com deságio. Enquanto o problema dos saques em BRL não for resolvido, continua sendo difícil que tais investidores entrem para negociação, este é um dos motivos pelos quais o deságio tem ficado cada vez mais alto.

O volume da Recompra de BTC é bastante limitado comparado ao Passivo existente (conforme Relatório de Auditoria Interna com a posição de 2/Ago/2019), qual a evolução esperada com este plano?


Apesar do volume ser limitado, é uma oportunidade para saques a curto prazo. Entendemos que a solução definitiva continua sendo o saque em BTC, que ainda precisa ser viabilizado com a resolução dos problemas com as exchanges.

E a visibilidade do Book de Ofertas?
Não foi priorizado devido a priorização de outras necessidades mais urgentes como o KYC.

Foram relatados problemas de BTCs que não “voltam” a conta, apesar da ordem de venda ter expirado.
Favor entrar em contato com o mesmo consultor que encaminhou a ordem, o processo tem acontecido normalmente com a maior parte dos clientes.

Saldo das exchanges e passivo atual. Quais os números mais atuais e o que falta para fazer acontecer o PPA ou auditoria interna com acompanhamento de alguém da comissão de clientes. Onde estão os BTCs?

Insistimos que mesmo sem uma auditoria externa, seria possível fazer um processo interno de auditoria com a participação de um membro da comissão. Mas por questões jurídicas e de negociação com as exchanges, não é possível ter acesso e divulgar tais informações neste momento. Existe a intenção da Atlas que a auditoria seja realizada, porém a curto prazo deverá ser postergada.