Passfolio

De acordo com a corretora de ações Atlantic Equities, a recuperação da empresa de serviços financeiros e corretora de criptomoedas Robinhood pode não acontecer tão cedo. 

O analista John Heagerty, da Atlantic Equities, passou a classificar a ação da Robinhood como subponderada. A justificativa se baseia no recente aumento de pressões causadas pela perda de engajamento dos usuários, a queda dos volumes de negociação, bem como a queda nos valores e no mercado de criptomoedas. 

Em abril a Robinhood (HOOD) publicou os resultados do primeiro trimestre, reportando uma queda de 17.7 para 15.9 usuários ativos por mês. Além disso, levada pela onda que atingiu outras empresas de criptomoedas como a Coinbase (COIN), a empresa demitiu 9% de seus funcionários, cerca de 360 pessoas segundo a CNBC

Saiba mais: Coinbase demite mais de 1000 funcionários enquanto ação despenca 80% em 2022

Passfolio

Heagerty alega que, uma vez que clientes começaram a voltar às tendências comportamentais pré-pandêmicas, além da chance de uma recessão, “é provável que o envolvimento dos usuários diminua ainda mais.”

Saiba mais: Estados Unidos provavelmente entrará em recessão até 2023, sugere pesquisa com economistas

Além disso, o analista observa que o declínio da capitalização de mercado de criptoativos terá mais impacto negativo substancial tanto nos volumes quanto no valor das operações da empresa. 

A Atlantic Equities tem uma meta de preço de US $5 por ação HOOD, cerca de 30% abaixo do valor de fechamento de terça-feira (14) de US $7,23. As ações da Robinhood já caíram mais de 59% este ano.

Leia também:

Passfolio