Rispar

Apenas 8 dias depois de uma massiva emissão de 200 milhões de tokens, a Tether, empresa por trás da maior stablecoin pareada no dólar do mercado, repete a dose nesta quarta-feira (23).

Novamente usando a rede Ethereum, os 200.000.000 USDT foram emitidos por volta das 10 horas da manhã, movimentação que foi percebida pelo Whale Alert, bot que anuncia transações interessantes dos principais blockchains do mercado.

Em um “anúncio de serviço público”, o chefe de tecnologia da Tether, Paolo Ardoino, afirmou que a movimentação se tratava de uma “transação autorizada, mas não emitida, o que significa que este valor será usado como estoque para as solicitações de emissão do próximo período”.

Embora diversos usuários tenham respondido o tweet pedindo por informações mais claras, nenhum comentário adicional foi feito. Alguns ainda publicaram, em tom de brincadeira, que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA estaria indo atrás da Tether depois de fazer acusações à Ripple.

Coinext 760x150

 

Outro ainda foi um pouco mais longe ao marcar contas da agência governamental em seu tweet para dizer que o que supostamente seria “o problema com esse mercado… uma empresa imprimindo dinheiro quando querem”, disse.

Não é de hoje que a Tether, juntamente com a Bitfinex, são acusadas pela comunidade de manipularem o mercado. Juntamente com outras exchanges, elas são rés de um processo que questiona, entre outras coisas, o lastro da stablecoin USDT.

As empresas continuam a se defender das acusações enquanto a Tether diz que USDT é “garantido por nossas reservas, que incluem moeda tradicional e equivalentes de caixa e, de tempos em tempos, podem incluir outros ativos e contas a receber de empréstimos feitos pelo Tether a terceiros, que podem incluir entidades afiliadas”.

Bitcoin pode subir ainda mais?

Embora exista uma clara correlação entre o valor de mercado total da Tether e o preço do Bitcoin, o esclarecimento de Ardoino indica que a alta não deve acontecer por este motivo, não por enquanto.

Não ficando claro quando esses tokens inundarão o mercado, pode demorar meses para que pelo menos parte dos 200 milhões de dólares sejam usados para comprar bitcoins. Há, no mínimo, a especulação de que investidores demandarão ainda mais movimentar moeda fiduciária em blockchain no próximo ano.

Desde o anúncio da última impressão de 200 milhões de tethers, na tarde da última terça-feira, dia 15, a cotação do bitcoin subiu em mais de 20%. No entanto, é impossível saber com precisão quais as reais causas da valorização de curto prazo da criptomoeda.

preço do bitcoin: gráfico
Preço do Bitcoin na última semana. Fonte: TradingView.

Além disso, a Whale Alert também percebeu que uma quantidade enorme de bitcoins estão saindo de exchanges para carteiras desconhecidas. Contando apenas os saques anunciados após a emissão de Tethers foram 22.869 BTC fugindo das corretoras, principalmente da Coinbase.

E enquanto o movimento oposto é geralmente visto como demanda por venda, e consequentemente queda no preço, a saída de bitcoins das corretoras é enxergada como movimentação bullish para a criptomoeda.

No momento da escrita desta matéria o bitcoin é negociado a US$ 23.669 e por volta de R$ 123.336 no Brasil enquanto o valor de mercado da Tether ultrapassa os 20,55 bilhões de dólares.


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br