Uma parte considerável das ações bloqueadas da Grayscale está programada para ser lançada ainda neste mês. 

No domingo, dia 18 de julho, cerca de 16.240 BTC no valor de mais de US$ 550 milhões, serão disponibilizados aos investidores da maior gestora de criptomoedas do mundo. 

Uma vez desbloqueado o valor, os investidores têm a opção de liquidar suas ações aos preços atuais de mercado ou mantê-las e vendê-las em uma data posterior. Se todos os investidores decidirem vender, isso pode causar uma pressão para baixo no preço das ações do fundo, mas e o preço do bitcoin? Como fica? 

Analistas da QCP Capital disseram em um relatório recente que o próximo evento terá pouco impacto no mercado.  Para eles, a venda do GBTC não será efetuada, pois o preço do Bitcoin no fundo está sendo vendido a um desconto:

Prêmio do investimento em Fundos da Grayscale
Fonte: Skew.com

Portanto, para os grandes investidores não seria lucrativo aumentar a pressão de vendas e perder dinheiro vendendo GBTC quando eles podem esperar por um prêmio no futuro. 

“Os próximos desbloqueios são para detentores institucionais que se inscreveram diretamente no GBTC 6 meses atrás –  este lote consiste em todas as novas posições do primeiro trimestre de 2021””, acrescentaram analistas do QCP.

Ainda no início deste ano, a gestora avisou que o preço do BTC poderia se encaminhar para uma correção, já que as entradas para o Bitcoin Trust da empresa haviam diminuído. O relatório também indica que o foco nessa liquidação do GBTC mostra a falta de catalisadores no mercado cripto. 

“O fato de o mercado estar tão focado em algo como isso mostra a falta de catalisadores reais ou eventos de movimentação do mercado no momento e fortalece nossa convicção em nossa visão de curto prazo em 30 / 40k – que acreditamos ainda mais agora. Esperamos que a volatilidade permaneça sob pressão”

Ainda sem ETF nos EUA, a Grayscale quebra o galho para a SEC

Com o acesso desbloqueado ao fluxo de compras do mês de janeiro, os investidores da Grayscale, que investem indiretamente no BTC, precisam decidir se realizarão lucro até 18 de julho.

Por enquanto nos EUA, esta é uma das poucas alternativas de investimento indireto em BTC. Entretanto, só uma alternativa não é o suficiente e os membros da SEC entendem isso, mas custam a aprovar o primeiro ETF dos Estados Unidos.

“A SEC deveria ter aprovado um ETF de bitcoin há muito tempo”, diz Hester Peirce, comissária da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), para a CNBC recentemente. 

A Grayscale também anunciou hoje que apresentou publicamente três declarações de registro adicionais no Formulário 10 junto à SEC. 

Embora os ETFs de bitcoin ainda não estejam disponíveis nos EUA, outros países como Canadá, Brasil e Emirados Árabes Unidos já têm fundos de bitcoin negociados em bolsa (ETF), dando mais opções aos investidores da criptomoeda.

Leia Mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br