A Elliptic, uma das principais fornecedoras de soluções de gerenciamento de risco de criptoativos do mundo, descobriu que menos de 0,2% de todas as transações na rede XRP estão vinculadas a atividades ilícitas.

Leia também:
++ CEO da Ripple oferece solução trilionária aos bancos
++ Um dos maiores bancos do Peru vai usar XRP para pagamentos
++ Dados mostram que Ripple (XRP) está ficando mais descentralizada

400 milhões de dólares em XRP vinculados a atividades ilegais

Tom Robinson, cientista-chefe e cofundador da Elliptic, anunciou hoje que a empresa começará a fornecer suporte completo ao XRP para monitoramento de transações. A ideia é ajudar empresas e instituições financeiras a identificar transações que estão ligadas a atividades criminosas.


Quer aprender mais sobre Bitcoin? Conheça o Cointimes Research | Bitcoin o maior relatório brasileiro sobre Bitcoin.


De acordo com Robinson, a equipe Elliptic começou a estudar a atividade de rede na rede XRP há mais de um ano. Desde então, eles foram capazes de descobrir mais de 400 milhões de dólares em XRP vinculados a uma série de atividades ilícitas. Isso representa menos de 0,2% do total de transações em seu blockchain.

Robinson disse:

“Começamos a pesquisar sobre o XRP há mais de um ano e já identificamos várias centenas de contas XRP vinculadas a atividades ilícitas que variam de roubos a fraudes e a venda de cartões de crédito roubados. À medida que o uso criminoso de criptoativos, como o XRP, evolui, estamos comprometidos em esclarecer essa atividade ilícita, dando às instituições financeiras a confiança de que precisam para se envolver com o ecossistema criptográfico.”

A Elliptic emprega um mecanismo de ponta que permite distinguir padrões de lavagem de dinheiro usados ​​por maus atores. Baseando-se nessa infraestrutura, a empresa sediada no Reino Unido está confiante de que a maioria das transações no razão XRP é legítima.

A adição do XRP à plataforma Elliptic representa um avanço significativo para essa criptomoeda, pois o Ripple tem feito progressos substanciais para impulsionar sua adoção.

Agora, investidores e instituições financeiras em todo o mundo poderão saber se suas transações de XRP estão vinculadas a atividades ilegais.

Fonte: Cryptoslate.

Siga o Cointimes no Twitter e no Telegram para não perder nenhuma notícia!