Em apenas dois meses o preço do Bitcoin chegou a cair pela metade e se recuperou subindo mais de 100%. Agora, o criptoativo atinge os 10 mil dólares pela primeira vez desde fevereiro.

Enquanto isso, os ativos tradicionais mantêm uma recuperação bem mais lenta, como é o caso do Ibovespa, que chegou a valorizar 26% desde o seu ponto mais baixo.

No entanto, as últimas semanas foram bastante desafiadoras para as altcoins. A dominância do Bitcoin é de 67,6%, tendo aumentado mais de 2,5% somente nesta semana.

De fato, a maioria das criptomoedas alternativas está sangrando contra o BTC, como a XRP que marca mínimas de vários anos.

+ LEIA MAIS: Visões de Satoshi: o que ele pensava das altcoins?

tabela com diversas altcoins em vermelho, preço comparado ao bitcoin

Na última vez que o preço do Bitcoin alcançou os US$ 10.000, a capitalização total do mercado foi de cerca de US$ 300 bilhões, enquanto hoje é de US$ 271 bilhões. Isso demonstra ainda mais a dificuldade das altcoins.

Enquanto isso, a indústria geral continua amadurecendo. Mais instituições estão entrando na onda como Paul Tudor Jones, um conhecido gerente de fundos de hedge. Ele afirmou que está comprando Bitcoin como um hedge contra a hiperinflação.

Por fim, isso também pode ser consequência da alta expectativa para o halving, evento que diminui a oferta de novos bitcoins a partir do bloco 630.000.

Até onde você acha que a dominância do Bitcoin pode chegar? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

BitcoinToYou –  Negocie criptomoedas sem pagar taxa
 
A primeira corretora do Brasil, negociamos criptomoedas desde 2010. 
Abra sua conta grátis!