Uma das primeiras lojas físicas do Burger King a realmente aceitar criptomoedas está na Eslovênia e ela começou com Bitcoin Cash.

Conforme mostrado no vídeo de Dejan Rolijc, um dos criadores da startup Eligma, uma franquia do Burger King começou a aceitar Bitcoin Cash e a coloredcoin GoC.

“O BurgerKing oficial acabou de aceitar o token BitcoinCash e GoC como uma opção de pagamento na Eslovênia. O BurgerKing agora faz parte da família GoCrypto e é o primeiro local físico do BurgerKing no mundo a aceitar criptomoedas.”, disse Dejan.

Por meio do gateway de pagamento GoCrypto, o Burger King agora poderá aceitar diversas criptomoedas, como BTC e colored coins.

A GoCrypto é uma empresa que recebeu investimentos de Roger Ver – milionário do Bitcoin, que abandonou o BTC para trabalhar com o fork Bitcoin Cash.

Burger King e a luta do BCH x BTC

O Burger King começou a aceitar Bitcoin Cash, uma criptomoeda 40 vezes menor que o popular Bitcoin (BTC). Qual o motivo?


Veja também:

Número de lojas que aceitam bitcoin cresce 13% em 2019

Adoção da Lightning Network não cresceu como esperado em 2019


A comunidade do Bitcoin Cash já foi um dia parte ativa da comunidade Bitcoin (BTC). Porém, em 2017, por desavenças técnicas e censuras nos fóruns de Bitcoin, o Bitcoin Cash surgiu.

O Bitcoin Cash é focado em aumentar o blockchain até que soluções de segunda camada seguras surjam para atender a demanda de transações.

Enquanto a comunidade do Bitcoin (BTC) foca na criação de uma segunda camada, a Lightning Network, ignorando a necessidade por aumento de blocos (mais capacidade de transações).

Atualmente, a Lightning tem apenas 360 comerciantes aceitando btc com essa tecnologia.

Na Venezuela, Austrália e Japão, a comunidade do Bitcon Cash vem tomando o espaço do Bitcoin (BTC). Será que teremos alguma reação e 2020?