O famoso empresário americano, John McAfee, falou recentemente sobre a implementação de moedas de privacidade. Ele acredita que os criminosos os estão usando por causa de seu valor tecnológico, e as autoridades não podem acompanhar.

John McAfee: “Criminosos usando moedas de privacidade. Excelente!”

Além de ser um empresário de sucesso, John McAfee também é um conhecido defensor do Bitcoin. Até recentemente, pelo menos, quando ele mudou de posição em relação à maior criptomoeda.

Ele passou de uma previsão ousada de US$ 1 milhão para “Bitcoin é a verdadeira shitcoin“. Ele também disse que o futuro da indústria de criptomoedas depende de moedas alternativas.

Hoje, ele estreitou seu apoio a um tipo específico de altcoins, descrevendo o valor das moedas de privacidade. Segundo a McAfee, os criminosos os estão utilizando, o que é um sinal positivo: “eles são os primeiros a usar todas as tecnologias valiosas”.

“Eles são os primeiros a usar tecnologias valiosas. Automóveis mais rápidos como carros de fuga na década de 1930, telefones para coordenar crimes.

As autoridades estão sempre atrasadas. Agora, eles validaram o poder da privacidade. Graças a Deus!”

Leia também:
++ “Não se dá calote em T.I”: ex-funcionário da Unick denuncia obstrução de justiça
++ Especialista em segurança perde R$ 197,5 milhões em BCH e BTC por golpe
++ Maior banco dos Estados Unidos muda de opinião sobre o Bitcoin

O que há de tão especial nas moedas de privacidade?

Algumas pessoas assumem erroneamente que todas as criptomoedas são totalmente anônimas. Mas nem sempre é esse o caso.

Por exemplo, é possível associar um endereço de Bitcoin a um indivíduo específico, se ele já usou uma exchange que requer verificação de identidade.

As moedas de privacidade, por outro lado, ocultam todas as informações do remetente e do destinatário. Ao concluir transações, eles não fornecem dados e, por fim, não deixam rastros.

Geralmente, as pessoas as estão usando para manter sua identidade escondidas das autoridades e governos centrais.

John McAfee pode não ser o único a observar o valor das moedas de privacidade. A maioria deles vem apresentando um desempenho impressionante desde o início do ano.

Monero, a maior em termos de valor de mercado, começou 2020 em US$ 45. Quase dobrou de preço, já que agora é superior a US$ 80. Enquanto isso, outras moedas focadas em privacidade também estão tendo valorizações incríveis, como ZCash e Dash.