Na batalha para se tornar a melhor reserva de valor moderna, o Bitcoin está perdendo para o ouro, pelo menos por enquanto, é o que aponta um recente artigo da Bloomberg.

O aumento do preço do ouro geralmente é um indicativo de que o mercado está se preparando para potenciais conflitos globais. Conforme as tensões entre Ucrânia e Rússia escalam, o ouro subiu para seu maior preço desde junho.

De acordo com Nicky Shiels, chefe de estratégia de metais da MKS PAMP SA, os riscos geopolíticos se materializaram e estão aumentando. “O ouro a US$ 2.000 é uma probabilidade maior no curto prazo, contra US$ 1.800.”, disse o comerciante e refinador de metais preciosos.

Tensões globais aumentam, o bitcoin reage?

O presidente dos EUA, Joe Biden, divulgou nesta semana sanções contra a venda de dívida soberana da Rússia no exterior, depois que Vladimir Putin reconheceu duas auto proclamadas repúblicas separatistas no leste da Ucrânia como independentes, uma dramática escalada no impasse. Biden descreveu a medida como o início da invasão da Rússia ao seu vizinho, mas Moscou negou quaisquer planos de invasão.

Mesmo em meio ao aumento de juros nos Estados Unidos, uma medida do Federal Reserve para conter a inflação, o ouro subiu de preço provavelmente devido ao seu valor como “refúgio“.

“O que realmente está impulsionando o ouro é a sensação de que as chances de um erro de política [monetária] estão aumentando com o Fed”, disse Ross Norman, diretor executivo do Metals Daily, um portal de informações com foco em metais preciosos.

“Há uma sensação de que o Fed está atrás da curva, e quando você tem que tentar recuperar o atraso, você tem que dar um passo bastante agressivo em termos de aumento de taxas, ao qual uma economia frágil pode não estar bem posicionada para se ajustar.”, concluiu ele.

O preço do ouro também pode estar se beneficiando da baixa demanda pelo mercado de criptomoedas, que geralmente é visto como uma segurança contra a inflação das moedas fiduciárias. O gráfico abaixo mostra a relação bitcoin para ouro desde março de 2021 até hoje.

Bitcoin vs Ouro
O ouro apresenta melhor performance em comparação ao bitcoin em 2022. Fonte: Bloomberg.

Enquanto o metal precioso aumentou 3% este ano, o bitcoin caiu 16% em meio ao aumento das tensões globais. Em 2021, o cenário foi completamente diferente, pois o ouro não mostrou brilho em meio às políticas expansionistas dos bancos centrais ao redor do mundo.

Agora, economistas da JP Morgan dizem que o aumento das taxas de juros podem impactar negativamente o preço do ouro, já que o ativo não possui rendimentos, mas não é o que estamos vendo atualmente.

O Bitcoin, por sua vez, parece estar enfrentando o fim de um ciclo, segundo alguns especialistas. Falando para a CNBC, o co-fundador da Huobi, Du Jun, afirmou que agora estamos no estágio inicial de um mercado em baixa.

Para o especialista em criptomoedas não são as tensões geopolíticas que mais afetam o preço do BTC, embora sejam importantes, mas algo que está escrito no próprio protocolo, o halving. Esse é um evento que acontece de 4 em 4 anos e reduz a criação de novas moedas pela metade, Jun diz que este é o principal impulsionador dos movimentos do bitcoin.

Portanto, ele acredita que o BTC deve voltar a subir somente ao final de 2024 e início de 2025, independentemente de como o ouro reaja. Porém, ele admite que as previsões ficaram mais difíceis de fazer por conta de eventos imprevisíveis como covid e guerras.

As características fundamentais do Bitcoin que o aproximam do ouro, no entanto, continuam intactas e, dessa forma, o ativo digital ainda tem potencial para ser considerado reserva de valor por investidores.

Mas qual a sua opinião sobre o ouro e o bitcoin como potenciais reservas de valor em 2022? Deixe um comentário abaixo da matéria.

Leitura recomendada:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br