O CCID Blockchain Research Institute divulgou novamente seu Índice de Avaliação de Tecnologia de Cadeia Pública Global. O índice apoiado pelo governo avalia cada blockchain com três critérios: tecnologia, aplicação e inovação.

As listas consistem nos 35 maiores blockchains. O que a avaliação mostra é que a atividade de atualização de código diminuiu significativamente, mas a inovação ainda cresce.

Chineses favorecem EOS

No TOP 5 figuram as criptomoedas: Tron, Ether, Steem e Ontology. O Ranking é divulgado pelo Centro de Informação e Desenvolvimento da Indústria em colaboração com o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China.

Segundo o ranking chinês, apesar de o Bitcoin estar bem pontuado em criatividade, ele está bem distante das outras criptomoedas quando se fala de tecnologia básica e aplicabilidade. Os chineses não parecem estar muito animados com a Lightning Network e o desenvolvimento de novas tecnologias para o Bitcoin.

Conteúdo recomendado:

O mercado de altcoins tem grande potencial, confira nosso relatório

Veja nosso relatório sobre o Bitcoin

Considerando os critérios, não é de se esperar que Tron, EOS e Stellar apareçam à frente do Bitcoin. O uso das três criptos cresce à medida que novas aplicações descentralizadas comaçam a surgir.

No início do ano noticiamos que o Ethereum estava começando a perder espaço para Tron e EOS, visto que a capacidade de rede das duas concorrentes vem crescendo exponencialmente, o que faz com que elas sejam as plataformas mais utilizadas para Dapps ao lado do Ethereum.

A Nano surpreendentemente aparece à frente de várias criptomoedas com maior capitalização de mercado. Ela soma 93,5 pontos no índice, se destacando principalmente pela sua tecnologia de block-lattice, que permite transações instantâneas sem a necessidade de mineração.

Contudo, a maior surpresa de todas é a presença da Ontology. Ela se descreve como um fornecedor de blockchains públicos de alto desempenho, que inclui sistemas de contabilidade distribuída e contratos inteligentes.

Metodologia do ranking de criptomoedas

“O sub-índice de tecnologia básica avalia principalmente o nível de realização técnica da cadeia pública”, o centro descreveu, acrescentando que as principais áreas avaliadas nesta categoria “incluem a função, desempenho, segurança e descentralização da cadeia pública”. Os cinco principais projetos de criptomoedas nesta categoria são EOS, Tron, Steem, Bitshares e Gxchain.

O sub-índice de criatividade “centra-se na inovação contínua na cadeia pública, incluindo o tamanho da equipe de desenvolvedores, atualizações de código e impacto de código”, detalhou o centro. Nesta categoria, os cinco principais projetos de criptomoedas são Bitcoin, Ethereum, Lisk, EOS e Tron.

O sub-índice de aplicabilidade “avalia principalmente o nível abrangente de suporte da cadeia pública para aplicações práticas”, continuou o centro. “A avaliação inclui quatro aspectos: implantação de nós, aplicação de carteira, suporte ao desenvolvimento e implementação de aplicativos.”

Para esta categoria, os cinco principais projetos de criptografia são Ethereum, Neo, Nebulas, Tron e Ontology, que não se alteraram em relação à classificação anterior. “No entanto, os dados mostram que os índices de aplicabilidade de apenas 11 das 35 cadeias públicas aumentaram, e o índice geral caiu em comparação com o período anterior”, observou o CCID.

Quer ficar por dentro do mercado de Altcoins e aprender a tomar as melhores decisões? Confira nosso relatório.