“O Bitcoin como classe de ativos provou que a escassez matemática pode suportar um ativo incrivelmente excitante”, disse Dante Disparte, vice-presidente da Libra Association. “Não é um meio de pagamento. Simplesmente não é”.

Disparte falou no Fórum sobre Dinheiro Digital no Consumer Electronics Show (CES) em Las Vegas, argumentando para fãs de gadgets e os primeiros usuários da tecnologia.

Leia também:
++ Mark Cuban diz que Libra do Facebook é a maior ameaça ao Bitcoin
++ “De jeito nenhum”, diz CEO do Twitter sobre se juntar à Libra
++ Dólar vai compor 50% da Libra, moeda do Facebook

“O degrau mais baixo da escada da mobilidade econômica é o acesso ao pagamento”, afirmou Disparte. E até agora, disse ele, a criptomoeda não está facilitando os pagamentos. Disparte disse que é por isso que ele se interessou pelo que o Facebook estava construindo com a Libra.

A Libra Association é um consórcio de grandes empresas que pretende lançar a stablecoin Libra, uma moeda digital projetada pelo Facebook para milhões de pessoas que não têm acesso a serviços bancários.

Cada empresa envolvida executaria um nó, mas somente aqueles aprovados pelos membros existentes poderão ingressar. Embora seja um pouco mais descentralizado do que o sistema financeiro existente, é necessário permissão, diferente de criptomoedas descentralizadas como BTC ou ETH.

Libra está tentando resolver um problema complexo. “Como você impulsiona a adoção em massa?” Disparte disse. “Como você remove insidiosos níveis de atrito que basicamente tornam o custo de dar às pessoas acesso a pagamentos proibitivo?”

Uma moeda centralizada poderia ser um dinheiro melhor que Bitcoin?

“Não estou convencido de que um conselho de empresas interessadas possa fazer um dinheiro melhor do que um sistema descentralizado”, disse Akin Sawyerr, líder de estratégia do projeto Decred.

“A única maneira de realmente chegar lá é capacitar os indivíduos a ter alguma soberania no nível básico”.

Por soberania, Sawyerr queria dizer o poder de uma pessoa ter um controle incensurável de seu dinheiro. Em termos de Bitcoin, desde que uma pessoa controle suas chaves, ninguém pode tirar suas moedas de você.

Ele expressou dúvidas de que um sistema autorizado administrado por dezenas de grandes organizações seria muito resistente à censura.

Notavelmente, as empresas de pagamentos inicialmente envolvidas na Libra Association – incluindo PayPal, Visa, Mastercard e outras – partiram em massa em outubro.

Mas Disparte respondeu que, até que os projetos de criptomoedas descentralizadas entreguem um sistema de pagamentos que as pessoas nos países em desenvolvimento realmente usem e mostrem que ele pode ser escalável, não é justo sujeitar Libra ao que ele chamou de “um teste de pureza de cripto”.

“Não é um ou outro. O mundo não é um jogo de soma zero”, disse Disparte.