Após uma decisão de aumentar os preços dos combustíveis em 50% no Irã, houve uma agitação civil que deixou uma agência do banco central do país em chamas. Agora, o governo está revidando e pode até estar fazendo o suficiente para prejudicar o acesso ao Bitcoin.

++ Assista o vídeo do Banco Central do Irã pegando fogo!

Está sendo relatado que o país já impôs um apagão da Internet quase completo em todo o país, na tentativa de separar os civis uns dos outros e do resto do mundo nesta época de distúrbios antigovernamentais.

Em todo o mundo, houve uma série de crises, à medida que os manifestantes se chocam com governos e agências governamentais; Hong Kong é outro exemplo excelente. No entanto, em lugares como Hong Kong, os civis conseguiram reagir com o empoderamento financeiro do Bitcoin.

No entanto, esse movimento do governo iraniano draconiano tem um pouco de picada extra, já que a moeda do povo, o Bitcoin, pode ser um pouco prejudicada sem acesso à internet.


Continue lendo:
++ Quem achar mineradores de bitcoins ilegais ganhará recompensa, diz Irã
++ Ganhando criptomoedas de graça com faucets


Cultura cripto no Irã

O Irã tem uma relação bastante enigmática com criptomoedas, o governo permite algumas coisas e proíbe outras. Enquanto há rumores de que o país esteja criando sua própria criptomoeda, o Irã proibiu o Bitcoin. O mais confuso é que o país é um dos primeiros a legalizar a mineração de criptomoedas como uma indústria.

O Irã é um país de controles estritos e rigorosos sobre seus cidadãos. Esse fato é expresso na maneira como o governo administra o estado e em sua posição sobre criptomoedas.

O país reconhece que o poder das criptomoedas podem ajudá-lo a evitar sanções e que a legalização da mineração pode gerar receita tributária, mas não está disposto a permitir que os cidadãos tenham acesso às criptos.

Portanto, é uma atitude astuta do governo aprovar uma proibição da Internet. É um jogo de poder forte e, sem dúvida, um que contraria certos direitos humanos no que diz respeito ao acesso à informação. Além disso, também prejudica o acesso ao Bitcoin e os sistemas financeiros descentralizados que as pessoas podem usar em uma crise.

Dá pra usar Bitcoin sem internet?

A discussão sobre o poder do Bitcoin para ajudar a população em tempos de crise se baseou no fato de que o Bitcoin pode ser acessado em qualquer lugar e por quem quer que seja. No entanto, o sistema digital é on-line – o que significa que há um calcanhar de Aquiles evidente em relação a uma batalha com o governo.

O Irã pode ter acabado de mostrar aos governos do mundo que a opressão precisa ser feita em uma escala bastante mais ampla para restringir o acesso ao sistema financeiro descentralizado que é o Bitcoin.

Entenda como esse problema pode estar sendo resolvido:
++ Acesse um satélite usando Bitcoin
++ Enviando mensagem via satélite usando Bitcoin

Fonte: Beincrypto.