Passfolio

O bitcoin (BTC) permanece abaixo de US$ 50.000, e o índice de Medo e Ganância do bitcoin está atualmente no menor nível em cinco meses.

Em 4 de dezembro, o bitcoin sofreu seu pior dia de negociações desde meados de maio, quando seu preço despencou para uma baixa de dois meses de US$ 42.000.

De forma um tanto esperada, esta queda de US$ 16.000 em menos de 24 horas levou a uma mudança no sentimento dos investidores, já que o popular ‘Bitcoin Fear & Greed Index‘ entrou em território de “medo extremo” mais uma vez.

Medo extremo atinge os investidores de bitcoin

O Índice de Medo e Ganância do bitcoin funciona como um indicador dos sentimentos momentâneos dos investidores em relação à criptomoeda. Ele rastreia vários segmentos, como a volatilidade do ativo, volume, comentários em redes sociais, pesquisas e outros para fornecer um resultado entre 0 (medo extremo) e 100 (ganância extrema).

índice de medo e ganância atual

Após o recente banho de sangue na indústria de criptomoedas e, mais especificamente, a queda do bitcoin para cerca de US$ 42.000, a métrica agora aponta para 16 – “Medo Extremo”. É importante notar que a última vez que o índice mostrou um número inferior a 16 foi em 21 de julho. Naquela época, o valor em dólar do BTC havia despencado para abaixo de 30.000.

Valor histórico da métrica de medo e ganância do bitcoin.
Valor histórico da métrica de medo e ganância do bitcoin.

Depois de atingir um preço mais alto de quase US$ 70.000 em meados de novembro, o principal ativo digital continuou pairando acima de US$ 60.000 nas semanas seguintes. No entanto, o quadro mudou drasticamente no final do mês, quando caiu para menos de US$ 55.000.

Uma das razões por trás da queda pode ter sido a nova variante COVID-19 – Omicron – que foi detectada na África do Sul e prejudicou todos os mercados financeiros.

Nos dias seguintes, os touros do BTC tentaram empurrar o preço para US$ 60.000, mas sem muito sucesso. No início de dezembro, quando o ativo estava se preparando para outra tentativa de avançar em direção a essa linha em particular, os ursos levaram à queda mencionada de US$ 42.000.

Apesar de ser considerado um indicador bem atrasado, o índice de medo e ganância acaba, na média, mostrando boas regiões de compra quando o mercado mostra medo, e boas regiões de venda quando o mercado mostra ganância. Porém, analistas geralmente não recomendam realizar negociações baseadas em um único índice.

De acordo com a empresa de análise CryptoQuant, os desenvolvimentos on-chain antes do crash poderiam ter previsto o que aconteceu. O número de bitcoins em exchanges, que aumentou acentuadamente horas antes da queda, foi um dos sinais.

Baleias vão vender ainda mais?

De acordo com a métrica “Exchange Whale Ratio” da CryptoQuant, que compara os 10 maiores depósitos para exchanges com todos os outros depósitos, grandes detentores de BTC têm depositado cada vez mais quantidades substanciais do ativo para plataformas de negociação recentemente.

A métrica normalmente fica acima de 85 apenas em bear makets (mercados de baixa). No entanto, ele subiu para mais de 95 nos últimos dias, após um aumento repentino antes do crash. Consequentemente, a empresa de análise alertou que o preço do BTC pode enfrentar outra queda em breve se as baleias decidirem vender grandes quantidades.

No tweet, o CEO da CryptoQuant, Ki Young Ju, mostra como a métrica das baleias está crescendo de novo após mostrar seu acerto em relacionar a última queda do bitcoin com esse indicador.

Leia também:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.