A Justiça do Paraná decidiu que havia de fato indícios de que a corretora 3xBit “está ocultando seu patrimônio, impedindo o recebimento pelos consumidores do valor que lhes cabe”.

Com isso, um processo acabou com o bloqueio de R$ 265.130,11 encontrados em contas ligadas a corretora, “montante que corresponde ao valor dos bitcoins deixados sob a custódia da ré (3xBit)”.

3xBit, crimes e processos?

A exchange 3xBit começou a apresentar atraso nos saques em setembro de 2019, supostamente por “problemas técnicos que resultaram em problemas administrativos”, segundo o CEO da empresa.

++ O que aconteceu com a 3xBit?

A desculpa da vez era uma suposta otimização no sistema e processos internos, mas enquanto isso valores dos clientes eram guardados indevidamente.

Acontece que, por trás dos panos, a corretora estava operando um esquema de leasing, que prometia ganhos absurdos de 7% mensais. Contudo, não deu certo e o dinheiro sumiu, deixando a 3xBit sem liquidez e os investidores sem o dinheiro.

Após processos e investigações, descobriu-se patrimônio ocultado pela empresa, e então, a Justiça determinou o bloqueio via BACENJUD, sistema que interliga a Justiça ao Banco Central e às instituição bancárias.

Fortes indícios de abuso de personalidade jurídica também foram revelados, visto que os valores reclamados em diferentes processos superam a quantia de R$3 milhões, o que evidencia que a empresa não encerrou por mero insucesso comercial.

Por esse motivo, o dinheiro bloqueado foi das contas dos diretores e presidente da sociedade Octavio de Paula Santos Neto, Saint Clair de Souza Izidoro e José Wantuil De Souza.

Vale notar que Octavio de Paula Santos Neto supostamente também estaria por trás do golpe da GenBit, outra corretora que realizou um “exit scam”.

Exit Scam é um golpe em que uma empresa relativamente estabelecida como confiável deixa de pagar os clientes que tentam sacar e continuam a receber depósito.

O Grupo Bitcoin Banco e a Atlas Quantum foram acusadas da mesma coisa, com diversos processos contra elas e também bloqueios realizados com sucesso na Justiça.

Todas com ligações à 3xBit. Veja também: A 3xBit investiu na Atlas Quantum?