• O aplicativo para iOS da Metamask agora permite compra de criptomoedas através do Apple Pay.
  • A carteira também terá outras integrações com demais aplicativos da Apple.

Carteira Metamask

A carteira mais popular para aplicativos descentralizados (DApps), finanças descentralizadas (DeFi), contratos inteligentes (smart contracts) e tokens não-fungíveis (NFTs) será integrada completamente no ecossistema da Apple com nova atualização.

Metamask é a aplicação mais utilizada para tokens em blockchains compatíveis como a Ethereum (ETH), possuindo versão mobile e, a mais utilizada, de navegador, se conectando com diversas plataformas no ecossistema blockchain.

Versão 4.3.1 da metamask

Em 29 de março, a MetaMask anunciou uma série de atualizações para sua versão móvel 4.3.1, a mais significativa foi a integração do Apple Pay.

O problema é que a Apple não suporta diretamente pagamentos de criptomoedas por meio de sua própria plataforma, então isso deve ser feito via Wyre, que suporta criptomoedas e se integra ao Apple Pay.

Os usuários agora também podem comprar criptomoedas com cartões de débito ou crédito, eliminando a necessidade de enviar ETH para o aplicativo com antecedência. Os usuários do Apple Pay podem depositar um máximo diário de US$ 400 em sua carteira usando seus cartões Visa ou Mastercard e a API Wyre.

A partir de agora, o aplicativo da metamask também irá oferecer a opção de realizar transações sem taxas (gás), para as redes que permitirem esse tipo de execução.

A carteira também usa a plataforma de pagamentos Transak para permitir que os usuários comprem criptomoedas com seus cartões de crédito ou débito. No entanto, aqueles que desejam usar as plataformas de pagamento devem concluir o processo KYC (know-you-customer).

Autorização de contratos inteligentes

No anúncio realizado no twitter, a MetaMask também informou que quando um dapp solicitar uma autorização de conexão, você verá claramente qual contrato está solicitando e terá a opção de rotular o contrato para identificá-lo melhor da próxima vez.

Isso é muito importante, pois muitos golpistas utilizam técnicas de phishing e contratos fraudulentos para conseguir acesso à carteira da vítima, então é preciso muito cuidado ao interagir com novos contratos.

Popularidade e uso da carteira de ethereum

A MetaMask ultrapassou 30 milhões de usuários ativos mensais, tornando-se uma das carteiras de criptomoedas mais populares disponíveis atualmente e, recentemente, passou por uma rodada de investimentos de US$ 450 milhões para a ConsenSys – empresa de especializada em Ethereum por trás da carteira.

Aplicativo metamask para apple com integração para apple pay e compra de criptomoedas e compra de NFT.

Em 16 de março, o CEO da ConsenSys, Joseph Lubin, anunciou que a carteira de ethereum lançará seu próprio token e DAO (organização autônoma descentralizada).

Ser uma das principais carteiras para negociação de criptomoedas faz do MetaMask um alvo para hackers e golpistas. A empresa de segurança cibernética ESET revelou recentemente um esquema elaborado para distribuir aplicativos de carteira falsa para dispositivos móveis Android e Apple.

A pesquisa afirmou que o esquema está em andamento desde maio de 2021, e aplicativos de carteira falsa para MetaMask, Coinbase, Jaxx e Trust Wallet foram divulgados em grupos de mídia social no Facebook para atingir usuários chineses.

Por isso é preciso muito cuidado ao interagir com aplicativos como estes e sempre verificar a autenticidade antes de inserir chaves privadas.

Leia mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br