A atual baixa no mercado, também conhecida como mercado de ursos, têm impactado vários elementos do setor cripto, e agora as exchanges estão sentindo maiores efeitos.

O número de exchanges caiu à medida que empresas relacionadas a criptomoedas lutam para se manterem funcionando em meio a grandes liquidações. Hoje, 6 de julho, o número de exchanges cripto em todo o mundo é de 500, segundo dados do CoinMarketCap, apresentando uma queda em relação aos máximos registrados nos meses anteriores.

De acordo com a Wayback Machine, uma ferramenta de banco de dados digital que permite visualização de versões arquivadas de páginas de um website, o setor perdeu 25 exchanges em 30 dias, considerando que em 6 de junho, exatamente um mês atrás, o número era de 525.

Além do derretimento do mercado cripto, as exchanges foram impactadas por outras condições macroeconômicas, como o aumento da inflação nos mercados tradicionais, que tornaram mais desafiador o sustento das empresas. O mercado de ações norte-americano, junto do aumento das taxas de juros no país, vêm sofrendo quedas principalmente no setor de tecnologia.

Embora o mercado cripto seja relativamente novo, alguns observadores acreditam que o fechamento das exchanges pode beneficiar o setor. Eles opinam que o mercado de ursos é uma excelente oportunidade para eliminar entidades cripto que não são sérias.

As empresas cripto geralmente respondem ao momento de baixas com uma reavaliação de seus planos para o futuro, e a opção de sair do setor parece ser uma das opções.

Medo, incerteza e dúvida

A crise no mercado pode ter sido ainda mais aprofundada pelo extenso colapso do ecossistema Terra (LUNA) alguns meses atrás, que pode ter corroído a confiança no setor. 

Saiba mais: Família é encontrada morta supostamente por colapso da criptomoeda Luna

Outro aspecto que está diminuindo o sentimento de segurança do investidor em relação ao mercado cripto é que grande parte das exchanges que fecham, muitas vezes, não compartilha o status das carteiras para os investidores. 

Embora exchanges menores sejam provavelmente as mais afetadas, a correção dos preços não poupou nem mesmo as maiores, que foram forçadas a reajustar seus negócios para permanecerem operacionais.

Por exemplo, a Coinbase, a principal exchange dos EUA, impôs um congelamento de contratações ao mesmo tempo em que anunciou uma demissão em massa para conseguir manter suas operações.

A contínua retração do mercado continua a impactar a economia global, e o foco será em como as exchanges e empresas vão lidar com a pressão das baixas daqui para frente.  

Leia também:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.