Breaking News  
O que aconteceria se Satoshi Nakamoto movimentasse seus Bitcoins? Bitcoin

O que aconteceria se Satoshi Nakamoto movimentasse seus Bitcoins?

O que você acha que aconteceria se Satoshi Nakamoto voltasse e movimentasse suas carteiras?

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

1 mihão de bitcoins para Satoshi Nakamoto

Atualmente existem cerca de 1 milhão de Bitcoins que estão parados desde o começo da rede. Esses são os Bitcoins que foram minerados por Satoshi Nakamoto nos primeiros blocos. Mas o que aconteceria se um dia Satoshi Nakamoto resolvesse movimentar seus fundos?

O anonimato de Satoshi talvez seja um dos fatores mais curiosos e interessantes do Bitcoin. Ele está por trás de uma das idéias mais revolucionárias dos ultimos tempos e simplesmente foi embora, deixando uma verdadeira fortuna que ficaria parada até agora. Isso é um dos pontos fortes do Bitcoin: ele funciona sem um único dono ou responsável central pelo projeto.

E se ele movimentasse sua carteira?

Existem pessoas por toda internet que, com certeza, monitoram essas carteiras do Satoshi. Se ele movimentasse sua carteira e ativasse sua conta no BitcoinTalk, não iria demorar muito até ser notado. A informação na internet viaja quase que instantaneamente. Contudo, sua volta significaria um grande pânico para o mercado.

satoshi
Conta de Satoshi no BitcoinTalk. Está inativo desde 13 de dezembro de 2010.

Imagine mais de 1 mihão de Bitcoins sendo movimentados para outra carteira? O mercado, isto é, as pessoas que têm e negociam bitcoin ficariam felizes em um primeiro momento, afinal, Satoshi voltou. Mas no segundo momento, o mercado seria tomado pelo pânico e extrema incerteza (mais do que já existe hoje).

Muitas pessoas provavelmente correriam para as exchanges na tentativa de se antecipar a um provável “dumping” de bitcoins no mercado. Isso levaria a um grande panic-sell (vendas motivadas pelo pânico), o que já faria o preço do Bitcoin cair bastante. Talvez seria um evento semelhante ao hacking da Mt.Gox, só que de maior magnitude.

E se ele movimentasse para várias exchanges?

Você consegue imaginar o despejo de 1 mihão de bitcoins no mercado? Nem a Bitmex, Binance e Bittrex somadas têm esse volume nas últimas 24 horas, segundo o ExchangeWar. Imagina quantas pessoas venderiam seus Bitcoins junto com Satoshi em uma espécie de efeito “manada”?

Não seria um exagero pensar que haveria um “crash” no preço do Bitcoin. A questão é se o preço se recuperaria e se sim, quanto tempo ele levaria para isso. A volta de Satoshi poderia representar muitos significados: talvez ele tenha precisado de dinheiro, talvez ele não acredite mais no Bitcoin  e despejou suas para mostrar isso ao mundo, talvez o FBI tenha conseguido acesso à sua carteira, talvez alguém tenha conseguido explorar uma falha tecnológica e queria mostrar isso da forma mais simbólica e trágica possível.

O Bitcoin se recuperaria?

Esse evento abalaria a confiança de muitas pessoas sobre o futuro do Bitcoin. Enquanto os motivos não fossem esclarecidos, o sentimento de FUD (Medo, incerteza e dúvida) tomaria conta do mercado. Afinal, ninguém saberia o que realmente aconteceu e poucas pessoas teriam coragem de arriscar nesse cenário.

Contudo, sempre terá aquelas pessoas que compram Bitcoin a qualquer custo, então essas pessoas se beneficiariam desse evento para acumular mais Bitcoins a um preço mais baixo.

Enquanto nada for esclarecido, dificilmente o preço do Bitcoin se recuperaria. A não ser que os desenvolvedores provem que a tecnologia é realmente segura e que não houve nenhuma falha. Mas nesse cenário, o Bitcoin nunca mais seria o mesmo.

Todo esse mistério em torno do paradeiro de Satoshi Nakamoto está precificado no Bitcoin, isto é, esse mistério já está quantificado no preço. Assim como os Halvings, limite de 21 milhões de Bitcoins e a confiança na tecnologia e na rede. Esses quatro atributos são complementares para o Bitcoin, portanto, é difícil saber quais deles tem o maior peso na avaliação.

Conclusão

Sintelizando, o anonimato e a ausência de Satoshi são – curiosamente – fundamentais para que o Bitcoin continue seguindo seu caminho para uma maior adoção. Sua decisão foi a mais acertada possível e ele, se ainda estiver vivo, sabe muito bem disso.

Leia também:

Quem é Satoshi Nakamoto?

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Sou Lucas Bassotto, graduando em Economia. Um grande entusiasta do mundo da criptoeconomia. Atualmente trabalho na Foxbit produzindo conteúdo.

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.