Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil, disse que as regulações  locais precisam atender melhor às necessidades dos investidores de criptomoedas. 

O presidente do BC assumiu que as criptomoedas estão aqui para ficar ao lado de plataformas de pagamento instantâneas, como o PIX.

“Isso surge da necessidade que as pessoas têm de que os pagamentos sejam muito rápidos, abertos, seguros e com transparência em todos os sentidos”, disse Roberto Campos Neto na quinta-feira (19) em evento organizado pelo Conselho das Américas.

Campos Neto disse que há conversas em andamento para se adaptar a um novo ambiente em que criptomoedas coexistem com plataformas como a Pix. A autarquia conversa com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a regulação de criptomoedas.

“Para nós, é mais do que a regulação de criptomoedas. É sobre a regulação do futuro. É sobre regular dados. As finanças passarão a ser sobre dados. Estamos olhando para criptomoedas, falando com a CVM, e reconhecemos que há demanda por criptomoedas.”

Leia também: Adoção global de criptos saltou 2.300% em 2 anos e Brasil acompanha tendência

O presidente do BC destacou que as criptomoedas são mais usadas como meios de investimento do que para pagamentos, em países emergentes. 

“Precisamos estar atentos a isso”, disse Campos Neto. “O mercado financeiro está mudando tanto que tudo está virando dados. Precisamos remodelar o mundo da regulamentação. ”

Campos Neto participou nesta quinta-feira (19) de webinar promovido pelo Council of the Americas.

Leia Mais: 

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br