Uma pequena tendência que estamos vendo no mundo das criptos do Brasil é a de gente usando os R$600 do Coronavoucher para investir em Bitcoin. Será que isso é uma boa ideia mesmo? Ou será que deveriam investir em Ouro, por exemplo?

+LEIA MAIS: Coronavoucher: como resgatar benefício de R$600 a informais

Dentre algumas brincadeiras em redes sociais, várias pessoas estão considerando usar os 600 reais (que não é muito) para investir em criptoativos. Além disso, persiste a pergunta: “Bitcoin ainda é uma boa reserva de valor?”

Nessa matéria acima, analisamos a queda de valor do mercado de ações (Ibovespa) e do Bitcoin, dando força a teoria de que a criptomoeda pode sim ser considerada mais estável que o mercado mundial em casos de crises financeiras generalizadas. Inclusive, o Bitcoin subiu tanto quanto o dólar este ano.

Algumas vantagens de criptoativos em crises

O Bitcoin possui várias vantagens como reserva de valor, similar ao ouro. Mas a principal dela é exatamente ser altamente escassa, com “apenas” 21 milhões disponíveis.

Em contrapartida, temos o Federal Reserve dos Estados Unidos que continua a imprimir vários e vários trilhões de dólares, injetados para “estimular a economia”. Acham que tem dinheiro infinito, até.

Ou seja, além da escassez garantida do Bitcoin, que pode causar acréscimo de valor quando a demanda por si aumenta, também temos a garantia de que não haverá produção absurda que possa causar hiperinflação da moeda.

Dito isso, por que não estamos todos investindo loucamente em reservas de valor ainda?

Bom, para alguns é bem simples: devemos lembrar que nem todo mundo tem acesso a um salário estável nessas horas, e comprar alimentos e outros produtos básicos está cada vez mais difícil com a escassez e limitação destes nos mercados, sem contar na redução de oferta de muitos deles.

+LEIA MAIS: Coronavoucher: como resgatar benefício de R$600 a informais

BitcoinToYou –  Negocie criptomoedas sem pagar taxa
 
A primeira corretora do brasil, negociamos criptomoedas desde 2010. 
Abra sua conta grátis!