Recentemente, o UNICEF anunciou que está trabalhando em um protótipo para permitir a aceitação de doações de Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH). Notavelmente, essas doações serão mantidas como criptomoedas e não convertidas para fiat.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância é um órgão das Nações Unidas que tem como objetivo promover a defesa dos direitos das crianças, ajudar a dar resposta às suas necessidades e contribuir para o seu desenvolvimento.

Recomendações de notícias:
++ Foxbit lança Ripple na sua plataforma
++ Aeroporto Internacional de Miami recebe primeira ATM de Bitcoin

UNICEF com pensamento de longo prazo

A adoção das criptomoedas deu um grande passo adiante com a notícia de que o UNICEF em breve estará aceitando doações das principais criptomoedas.

O novo programa piloto é a primeira vez que a agência internacional aceita criptomoedas. A primeira doação é da Ethereum Foundation, que doou 1 BTC e 10.000 ETH à causa. O programa piloto também será uma colaboração com o UNICEF EUA, UNICEF Austrália, UNICEF Nova Zelândia e UNICEF França.

O que é digno de nota, no entanto, é que essa iniciativa manterá as doações como criptomoedas. Em vez de convertê-los automaticamente em moeda fiduciária, a organização internacional parece estar interessada em hodlar e em gastar criptomoedas.

++ Não sabe o que é hodl? Entenda aqui

A idéia por trás da mudança é melhorar a transparência e aumentar o número de doadores. Com cada doação registrada no blockchain, há pouco espaço para ‘perder’ fundos e tudo é visível no livro público.

Fonte: beincrypto.


Ouça o Podcash 48 – Medo de recessão aumenta!