O jantar de Justin Sun, fundador da Tron, com Warren Buffett, CEO da Berkshire Hathaway, finalmente aconteceu. E além de conversar sobre diversos assuntos, Buffett recebeu mais de 50 mil dólares em criptomoedas.

Em junho de 2019 Justin Sun pagou US$ 4,56 milhões em um leilão para poder jantar um dia com o investidor mais famoso do mundo. Buffett leiloa um jantar como esse todo ano e sempre doa o montante recebido.

Criptomoedas, blockchain, ações da Tesla, filantropia e relacionamentos

Esses foram os principais assuntos do jantar, de acordo com uma série de tweets do criador da criptomoeda Tron.

Justin Sun foi o responsável pelo primeiro contato de Buffett com bitcoin. Semelhante ao que Erik Vorhees, CEO da Shapeshift, fez com Peter Schiff.

Assim como Schiff, o oráculo de Omaha é um severo crítico do Bitcoin, já tendo dito que o Bitcoin era um dispositivo de aposta que não produzia nada.

Em outra ocasião, Buffett chamou o Bitcoin de veneno de rato. Esperamos que ele não esqueça a senha da forma que Schiff esqueceu.

Sun doou um bitcoin para o bilionário investidor e divulgou a hash da transação, o que acabou levando outras pessoas a enviarem pequenas quantias também.

Apesar das críticas anteriores, Buffett afirmou que a tecnologia blockchain possui um grande potencial, e sabe que várias das empresas do seu portfólio estão explorando essa área.

Por Sun ser um investidor da Tesla desde 2012, ele não podia deixar de perguntar a opinião do gênio do valuation Warren Buffett, que respondeu que considera Elon Musk um ótimo empreendedor, mas não vê a TSLA como um bom investimento no momento.

Por fim, o jovem desenvolvedor parece que vai levar uma dica de relacionamento para o resto da vida. “”Se você tem que se perguntar se ela é a pessoa certa, então ela não é.” ..espero encontrá-la em 2020”, disse ele.

Para ficar por dentro de todas as notícias, siga o Cointimes no Twitter e no Instagram.