Já abordamos aqui sobre 5 erros que te impedem de ganhar dinheiro, agora vamos falar sobre aqueles pensamentos que te fazem perder dinheiro. A verdade é que você tem mais dinheiro do que imagina, mas esses pensamentos te atrapalham a ver esse dinheiro. Esse texto foi feito para te ajudar a ter uma vida financeira mais saudável com o objetivo garantir um futuro melhor para você. Mas afinal, quando você comete esses erros?

1 – Quando você pensa que casa e carro são investimentos

Financiar um imóvel em 50 anos, quem nunca pensou nisso? Afinal, se estou pagando aluguel, é melhor pagar uma casa que pelo menos meu dinheiro não vai ser um investimento perdido. A princípio, esse pensamento parece fazer todo sentido, afinal, você vai pegar o dinheiro do aluguel e financiar um imóvel. Quem nunca pensou nisso?

https://cointimes.com.br/uber-vendo-meu-carro-vamos-calcular/

O problema é que na teoria é muito bom, mas só fica na teoria mesmo. Na prática acontece o seguinte: você vai assumir uma dívida gigantesca por pelo menos 20 anos, a menos que você não tenha dado um belo valor de entrada. Você vai se comprometer a pagar uma dívida por todo esse tempo e ainda vai se prender ao mesmo lugar por todo esse tempo.

Também tem outro problema: essa casa não é sua, tudo bem? Ela é do banco que ajudou no financiamento. E o banco não é bonzinho, ele vai te cobrar uma boa quantia de juros. Então você vai acabar uma casa pelo preço de duas. Um péssimo negócio.

https://cointimes.com.br/alugar-casa-ou-comprar-o-que-vale-a-pena/

Se você alugar a mesma casa que você quer finanicar do zero, o seu custo mensal é menor, em alguns casos é melhor poupar a diferença que você gastaria com o financiamento e juntar o dinheiro para comprar a mesma casa, leva menos tempo do que você imagina, veja no vídeo abaixo:

A menos que você não seja funcionário público, se você perder o emprego e deixar de pagar o financiamento por 3 meses, você perde seu imóvel. Eu não arriscaria. Quer decidir o que é bom para você, veja esse post: Alugar ou comprar uma casa?

2 – Quando você quer manter um padrão de vida que não pode

É muito legal comprar coisas que você quer. Eu particularmente adoro comprar o que quero quando eu posso. Tem uma diferença gigante aí: quando eu quero, quando eu posso e quando eu preciso. Quando me faço essas três perguntas de comprar qualquer coisa, geralmente desisto logo após a terceira pergunta.

O problema começa quando você quer continuar comprando e aí você vai colocando tudo no cartão porque você não vai sentir suaves 18 prestações de R$100. Eu já me enrolei nisso porque simplesmente você começa a ter uma falsa sensação de que pode comprar tudo e quando vê, a fatura do cartão já está nas alturas. Trocar o crédito pelo débito foi uma das melhores decisões que já tomei na vida.

Também não é para cortar o cafezinho, deixar de sair com seus amigos e se presentear. Isso faz bem e você tem mais é que fazer isso mesmo, mas é preciso ter um equilíbrio, que é difícil de encontrar e requer tempo para isso. Veja esse post que pode te ajudar a economizar dinheiro: Como economizar até R$1000 por mês. 

3 – Quando você trabalha pelo dinheiro e não o contrário

Esse foi o primeiro erro que cometi quando arranjei meu primeiro emprego. Na primeira semana eu já havia gasto o salário do mês inteiro, isso é normal para quem tem 18 anos e quer comprar tudo o que sempre quis. Isso é extremamente aceitável e acontece com quase todo mundo. Mas tem um problema nessa situação.

Eu já estava trabalhando para pagar dívida e eu achava isso muito ruim, porque já está fazendo isso sob mais pressão do que seria necessário. Eu não estava trabalhando para ganhar dinheiro, eu estava trabalhando para pagar dívida. Eu estava fazendo o contrário do que é o indicado: o dinheiro que tem que trabalhar para você, não o contrário. Aprenda a investir seu dinheiro

É muito ruim trabalhar para ter dinheiro e não para ganhar dinheiro pelo seu trabalho. E acaba que todo seu esforço vai embora no final do mês sem que você perceba, porque quando você se vê, metade do salário já foi na fatura do cartão.

Quer ter sossego? O aconselhável é ter uma reserva que lhe garanta de 3 a 6 salários. O nome disso é o colchão de emergência, nossa vida não é linear e algo de inesperado sempre vai acontecer. Não podemos controlar tudo o que acontece ao nosso redor. Mas ter uma pequena reserva te ajuda ao menos a dormir mais tranquilo diante das incertezas da vida.

4 – Quando você não pensa em um planejamento para seu futuro

Não ter um plano traçado para o futuro é péssimo em muitos aspectos. Se você não tem uma meta, não tem um norte para seguir. Você fica velejando sem rumo em um extenso ocenano. Você quer comprar um carro? Quer comprar uma casa? Quer viajar o mundo ou passar férias em algum lugar bem legal? Enfim, são diferentes objetivos para diferentes tipos de pessoas, ter um deles te ajuda a se manter focado.

Quando você deixa de trabalhar para pagar dívidas e trabalhar para realizar seus sonhos, a equação muda de sentido. Isso te ajuda a se manter motivado, melhorar sua concentração e consequentemente seu nível de performance no trabalho. Afinal, você não vai trabalhar para pagar suas malditas dívidas, você vai trabalhar para ganhar dinheiro e cumprir seus objetivos. Veja o vídeo abaixo:

Quando você fica sem perspectiva e se endivida a altos níveis, você acaba entrando em um ciclo extremamente desgastante, que é o ciclo citado acima. Mas vamos ser razoáveis, cada um tem suas necessidades, em algum momento de sua vida, você talvez precise realmente de um carro. O problema é se você financiar um carro em 48 parcelas que consumirão uma boa parte do seu salário. Avalie e tente sempre equilibrar suas finanças.  Temos uma planilha de gastos para ajudá-lo nisso: Confira nossa planilha de gastos.

5 –  Quando você pensa que educação é gasto

Esse ponto está relacionado com o ponto anterior, porque investir em si mesmo para aprender novas habilidades, é investir também no seu futuro. Não precisa necessariamente de dinheiro para aprender coisas novas, ainda mais nos dias de hoje. Na maioria das vezes o que investimos é simplesmente o nosso tempo e paciência. Investir em si mesmo é buscar melhorar o que você faz e aprender.

Se conformar e ficar parado no tempo vai contra tudo aquilo que a humanidade fez nos últimos 150 anos. Imagina se tivéssemos aceitado motores movimentados a carvão e iluminação com velas? Imagina como seria o mundo se não fosse a primeira revolução industrial? A busca pelo aprendizado e aperfeiçoamento é nato do ser humano, não podemos deixar essa característica acabar.

Conclusão

Não temos como controlar tudo ao nosso redor, mas ser responsável financeiramente, ter metas e objetivos de vida e buscar o aperfeiçoamento nos ajuda a ter uma direção, um caminho. Isso dá esperança e nos mantém leves de espírito para buscar nossa independência e liberdade financeira.

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.