Coingoback

O presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, disse à CNBC na terça-feira que acredita que o aumento do interesse no bitcoin não representa uma séria ameaça ao dólar americano como moeda de reserva mundial. Enfatizando que o BTC pode ser uma hedge contra a inflação, comparando-o com o ouro.

Eu só acho que para a política do Fed, vai ser uma economia em dólares até onde os olhos podem ver, e se o preço do ouro vai subir ou descer, o preço do bitcoin sobe ou desce, realmente não afeta, disse Bullard.

O bitcoin, em particular, tem sido defendido como uma reserva de valor que pode ser usada para se proteger contra a inflação ou a desvalorização de moedas fiduciárias como o dólar americano. Alguns o consideram como um “ouro digital”. Além disso, o bitcoin e outras criptomoedas também se apresentam como uma forma de comprar bens e serviços, como dinheiro real.

“Os dólares já podem ser negociados eletronicamente, então não tenho certeza se esse é realmente o problema aqui. A questão é que é uma moeda de emissão privada”. Antes da Guerra Civil, era comum os bancos emitirem suas próprias notas, disse Bullard. 

Ele comparou isso ao Bank of America, JPMorgan e Wells Fargo, todos com marcas distintas de dólares. “Eles estavam todos negociavam com descontos diferentes entre si, e as pessoas não gostavam nada disso”.

“Acho que a mesma coisa ocorreria com o bitcoin aqui”, acrescentou Bullard. “Você não quer ir para uma moeda não uniforme onde você está entrando no Starbucks e talvez você pague com Ethereum, talvez você pague com Ripple, talvez você pague com bitcoin, talvez você pague com um dólar. Não é assim que fazemos isso. Temos uma moeda uniforme que surgiu na época da Guerra Civil. ”

Os comentários de Bullard foram feitos pouco depois de o preço do bitcoin ultrapassar US$50.000 por moeda pela primeira vez. A última alta do Bitcoin veio após a entrada de gigantes financeiros, como BNY Mellon  e  Mastercard.

A Tesla também anunciou na semana passada que comprou US$1,5 bilhão em bitcoins usando o dinheiro em seu balanço e planeja também aceitar a moeda digital como pagamento por seus produtos. A ação do fabricante de veículos elétricos foi vista por alguns como outro grande passo em direção à ampla aceitação do bitcoin.

Embora a Uber  não planeje comprar bitcoin como um investimento, o CEO Dara Khosrowshahi disse que é possível que a empresa de transporte de mercadorias e entrega de comida eventualmente permita que os clientes paguem com moedas digitais. 

Leia mais: Uber deve começar a aceitar pagamentos em Bitcoin

Ao considerar se as criptomoedas representam uma ameaça para o dólar americano, Bullard enfatizou que não há nada de novo sobre a concorrência. É algo que vem acontecendo há séculos, disse ele. “É uma competição de moedas e os investidores querem um porto seguro. Eles querem uma reserva estável de valor e, então, querem conduzir seus investimentos nessa moeda ”, explicou.

Por exemplo, ele afirmou que tanto o euro quanto o iene japonês são moedas fortes. No entanto, “nenhum desses vai substituir o dólar”, disse ele. “Não acho que veremos nenhuma mudança no futuro.”

Você concorda com a opinião de James Bullard? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Leia mais: Bitcoin pode virar ameaça para dólar, afirma CEO da maior gestora de ativos do mundo

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br