O Mercado Bitcoin, atualmente a quinta maior corretora de criptomoedas no Brasil em volume, utilizou o Instagram no dia 1 de novembro para alertar os usuários sobre as chamadas “shitcoins”. A publicação foi criticada por alguns usuários e até mesmo pela conta oficial da Viralata Finance, do token REAU.

Uma shitcoin é uma criptomoeda que, de acordo com a opinião subjetiva de alguém, é uma má escolha de investimento. Um token ou criptomoeda pode receber esse apelido por diversos motivos, como a falta de um bom time de desenvolvimento ou baixa adoção.

SafeMoon, Safemars, Dogelon Mars e a memecoin brasileira REAU foram citadas como “moedas que não tem valor, ou não tem um propósito de existência” pelo Mercado Bitcoin. “Pra quem faz parte do mundo cripto, os monstros são outros…”, disse a exchange em referência ao Halloween.

Para ajudar os usuários a diferenciar o joio do trigo, a corretora brasileira se colocou como especialista, escrevendo:

“Pra não ter medo desses fantasmas e de outros monstros desse universo, conte sempre com o apoio de quem é especialista: euzinho ☝”

Veja o post completo abaixo:

Fuja das shitcoins, diz post do Mercado Bitcoin

Resposta da shitcoin

A publicação recebeu mais de 400 comentários, entre elogios e críticas. Dentre eles, algumas pessoas questionaram a listagem de alguns tokens da própria corretora.

Comentário dos usuários

Leia mais: Milton Neves vomita para criptomoeda brasileira

Porém, um comentário veio da conta oficial de uma das shitcoins atacadas pelo post do Mercado Bitcoin, a Viralata Finance. 

comentário da REAU

Um dia antes, o projeto brasileiro de memecoin já havia criticado as corretoras centralizadas pelo Twitter:

A criptomoeda brasileira diz que está criando uma DEX (exchange descentralizada) e isso poderia ter assustado a corretora. O segmento de DEX tem crescido bastante e recentemente a Uniswap registrou US$ 500 bilhões em volume transacionado desde o seu lançamento.

No entanto, a criptomoeda brasileira possui uma liquidez baixíssima e acumula uma queda superior a 70% desde a sua alta histórica, de acordo com dados do Coinmarketcap.

O projeto do viralata caramelo, atualmente com 44 mil seguidores no Instagram, não é novo ao termo “shitcoin”, em uma versão anterior do site oficial a REAU chamava o Dogecoin e até mesmo o real brasileiro de shitcoin.

Além disso, considerando o fornecimento total de moedas (que anteriormente era de 1 quatrilhão, antes de mudarem para 420 trilhões), o objetivo expresso anteriormente no site oficial de atingir a marca de 1 real por token continua sendo irreal.

Veja também:

*O texto acima pode conter conteúdo opinativo e não reflete necessariamente a opinião do Cointimes como empresa.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br