A MicroStrategy Inc., que nos últimos dois anos acumulou mais de 129.000 bitcoins, sofreu a maior queda do setor, chegando a perder 28% de seu valor. 

Além da MicroStrategy (MSTR, -18,3%) outras ações cripto, incluindo Marathon Digital Holdings Inc. (MARA, -8,4%), Riot Blockchain Inc. (RIOT, -7,5%) e Coinbase Global Inc. (COIN, -9%) também tiveram quedas de pelo menos 15% cada. 

As perspectivas de taxas de juros mais altas, uma possível recessão e o colapso do ecossistema Terra/Luna pesaram fortemente sobre o sentimento dos investidores, causando uma grande pressão nas ações cripto. 

Saiba mais: Estados Unidos provavelmente entrará em recessão até 2023, sugere pesquisa com economistas

Segundo Susannah Streeter, analista de investimentos e mercados da Hargreaves Lansdown, “as quedas na montanha russa estão cada vez mais difíceis de aguentar, até mesmo para os fãs de criptomoedas,” que estão acostumados com a volatilidade

Problemas relacionados à inflação na economia estado-unidense também influenciam o momento pessimista pois, segundo Streeter, “os comerciantes estão se opondo mais e mais ao risco,” e assim, virando as costas para os cripto ativos. 

Saiba mais: “Foque em ações lucrativas e à prova de recessão,” diz Jim Cramer

Essa queda observada nas ações do mercado cripto foi acelerada pela queda nos preços do bitcoin, uma vez que o maior ativo digital do mundo caiu pelo sétimo dia seguido. Dessa vez, o bitcoin caiu cerca de 15%, alcançando seu nível mais baixo em 18 meses e chegando abaixo dos $24.000 dólares. 

A brusca queda no valor do bitcoin veio quando o credor de ativos digitais, Celsius Network Ltd., informou aos usuários que estava pausando saques e transferências em sua plataforma.

A preocupação com a possibilidade de manter os altos rendimentos oferecidos pela empresa surgiram após o colapso da stablecoin TerraUSD (UST), que prometia rendimentos de até 20% aos depositantes.

Errata: O título anterior dizia “MicroStrategy lidera venda de bitcoin,” no entanto a empresa lidera a venda das próprias ações entre o grupo de empresas citados no texto.

Leia também: