A mineradora de bitcoin Core Scientific, listada na bolsa americana Nasdaq, confirmou na terça-feira (5) que vendeu US $167 milhões de dólares de seus BTC somente em junho. Esta venda deixa a empresa com apenas 1.959 BTC restantes em seu balanço patrimonial, juntamente com US $132 milhões em dinheiro.

Mineradora está abandonando o barco?

Conforme revelado na atualização operacional mensal da empresa, a Core Scientific opera mais de 180.000 ASICs (máquinas especializadas em mineração) na Geórgia, Kentucky, Carolina do Norte e Dakota do Norte. Estes servidores produzem cumulativamente 17,9 exahashes por segundo (EH/s) – cada hash representa uma tentativa de encontrar um bloco na rede Bitcoin. Para contexto, a taxa média diária de hash do Bitcoin é de aproximadamente 197 EH/s no momento.

A produção destes hashes custa muita energia, no entanto, o que representa efetivamente um custo explícito para a mineração de bitcoin. Como tal, a rentabilidade líquida de uma mineradora pode ser severamente impactada por sua capacidade de obter eletricidade barata, pela eficiência de seus ASICs e pelo preço do BTC.

Esta última variável tem sido a maior inimiga dos mineradores nos últimos dois meses. Como a cotação do bitcoin caiu após o colapso da Terra Luna e suas consequências contagiosas, os mineradores têm sido significativamente menos rentáveis. De fato, os dados da Arcane Research mostram que os mineradores venderam mais de 100% de seus bitcoins minerados em maio, com perdas mais profundas esperadas para junho.

Se a Core Scientific é alguma indicação, esta expectativa está se mostrando verdadeira. Em junho, a mineradora vendeu exatamente 7.202 BTC por uma média de US $23.000 cada, enquanto que mineraram apenas 1.106 BTC no período.

O produto dessas vendas de bitcoin foi usado principalmente em servidores ASIC, capacidade do centro de dados e “pagamento programado de dívidas”.

Em uma declaração, o CEO da Core Scientific Mike Levitt reconheceu que a indústria de mineração está passando por um “enorme estresse” em meio a mercados fracos e taxas de juros e inflação sem precedentes.

“Nossa empresa passou com sucesso por dificuldades no passado, e estamos confiantes em nossa capacidade de navegar na atual turbulência do mercado”, disse ele.

Como outras mineradoras estão se saindo?

O mercado também deixou empresas de mineração como a Compass Mining e Bitfarms em dificuldades financeiras. A Compass viu seu CEO e CFO demitir-se abruptamente na semana passada em meio a “múltiplos reveses e desapontamentos” combinados com sua dívida de US $500.000 de eletricidade. Enquanto isso, a Bitfarms vendeu 3000 BTC em junho, representando mais de 50% de suas participações.

A Marathon Digital foi ainda menos afortunada. Recentemente, 75% de sua frota de mineração ficou impotente devido a uma tempestade em Montana, de acordo com um anúncio feito na última terça-feira.

Veja também:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br