Pornhub, um dos maiores sites da internet, fez um update recente nos seus métodos de pagamento, adicionando Tether (USDT) como uma opção para seus usuários.

PornHub usando a Tron

A plataforma de conteúdo adulto adicionou ontem a noite a possibilidade de seus usuários usarem o dólar tokenizado no blockchain da Tron.

“Para quem não sabe, o USDT é uma moeda criptográfica que segue o dólar americano, o que significa que um token USDT é igual a um dólar americano. As transações do USDT podem ser feitas globalmente em alguns segundos e não há taxas.”, disse o blog oficial do site.

Similarmente ao Ethereum, a Tron é uma plataforma de smart contracts que permite a criação de tokens diversos, um deles é o Tether Dólar.

Conforme mostramos anteriormente, o Paypal resolveu abandonar o PornHub, banindo seus usuários, tanto modelos quanto compradores de conteúdo.

Enquanto o Paypal, por motivos morais, resolveu banir os usuários do PornHub, as criptomoedas não têm esse mesmo problema. Com isso, o site começou a focar em criptomoedas e alternativas de pagamento.

Anteriormente, já havia a possibilidade de receber e fazer pagamentos com a criptomoeda Verge (XVG), que é focada em privacidade e anonimato, perfeita para esse tipo de site.

Com a aplicação dessas alternativas, é bem possível que outros sites adotem a mesma tática, implementando outras criptomoedas e ativos digitais, como a stablecoin USDT.

Sites adultos movem a inovação na internet

Segundo um ótimo artigo da BI, há anos que a indústria da pornografia é pioneira na implementação de inovações importantes na internet.

O próprio conceito de e-commerce foi primeiramente implementado em sites de pornografia.

“A indústria pornô serviu de modelo para uma variedade de mecanismos de vendas online, incluindo taxas mensais , fornecimento de material gratuito extensivo como uma atração para os visitantes do site e o conceito de venda adicional (venda de serviços relacionados a pessoas) depois de ingressar em um site. De inúmeras formas, grandes e pequenas, a indústria pornô abriu um caminho comercial que outras indústrias estão se apressando em seguir. ”, afirma Frederick Lane, autor do livro “Obscene Profits: The Entrepreneurs of Pornography in the Cyber Age

Seria esse o início da adoção em massa dos criptoativos?

Vale lembrar que 30% de todos os dados que trafegam na internet são relacionados a pornografia. Esse é um grande público que começa a ser introduzido ao mercado de criptomoedas.

Veja também: Como a criptomoeda Bitcoin Cash está competindo com os cartões de crédito.