Todo mercado tenta encontrar um valor para um determinado ativo. No mercado de ações, existem milhares de livros sobre técnicas de valuation de ações de empresas e outrs diversos ativos.

Os fundamentos de ações estão baseados nas empresas: receita, custos, expectativa de crescimento, contexto no mercado, inovação, produtividade, etc.

Existem diversos fundamentos confiáveis, testados e validados ao longo de décadas no mercado.

Uma empresa que inova, conquista novos clientes, com um custo baixo e alto potencial de receita, provavelmente se sairá bem no mercado a cada balanço revelado. Os investidores vão querer se tornar sócios dela ou especularem sobre a sua capacidade de conquistar um mercado ainda maior.

Fundamentos de criptomoedas

Muitas pessoas do mercado de cripto tentaram observar o mercado tradicional e adaptar essa técnica para fazer valuation de criptomoedas. Não tenho nada contra a essa técnica, pelo contrário, uma boa análise fundamentalista é a melhor maneira de se avaliar um ativo.

Os fundamentalistas costumam avaliar uma criptomoeda de acordo com os seguintes fundamentos:

  • Distribuição de rede
  • Escassez
  • Escalabilidade
  • Comunidade
  • Github (Desenvolvimento)
  • Liquidez
  • Adoção
  • Experiência de usuário
  • Tradição
  • Atividade da rede

São fundamentos que fazem sentido de serem avaliados quando pensados a longo prazo, mas não para quem quer especular no curto prazo. Entramos em um bear market e quando olhamos para as 10 maiores criptomoedas em capitalização, os mesmos fundamentos entram em contradição.

Entre as 10 maiores criptos estão: projetos centralizados, projetos descentralizados, github pouco movimentado, projetos que tem ótima experiência de usuário, outros, nem tanta. Tem projetos rodando com 7 nós de rede sustentando a coisa toda. Ou até mesmo criptos altamente inflacionárias.

Olhe para a liquidez e adoção

No entanto, a maioria deles têm algo em comum: liquidez e adoção. Em resumo, quantas pessoas ou empresas estão utilizando essas criptomoedas?Todas as top 10 criptomoedas têm alta liquidez, são negociadas aos montes em grandes exchanges e têm uma adoção mínima.

XRP se propõe a ser um concorrente do Swift. Ethereum, EOS, TRON, Cardano se propõem a oferecer uma plataforma para aplicações em blockchain. Querendo ou não, elas estão sendo minimamente utilizadas para algum tipo de tarefa, seja por uma empresa ou pessoa.

Bitcoin e Litecoin são criptos mais antigas, com grande liquidez e estão na frente em termos de adoção, de pessoas usando.

Por outro lado, temos projetos como Nano, que embora tenha ótimos fundamentos, possui uma adoção irrisória, com um volume concentrado na Binance. A verdade é que, tirando a comunidade, ninguém está aí para a Nano.

Mas ela possuir esses fundamentos possam fazer com que ela seja utilizada no futuro? Sim, podem, mas nada garante que ela seja a escolhida pelo mercado. Eu não faria buy and hold baseado nessa possibilidade.

O mercado ainda não encontrou o melhor método

O mercado de cripto ainda não encontrou uma forma confiável e correta de se fazer valuation. É muito perigoso fazer esse tipo de análise para utilizar a estratégia de buy and hold. A concepção que temos sobre critos ainda está muito longe de atingir a maturação de forma a encontrar os melhores fundamentos.

É só você olhar as Tops 50 criptomoedas em capitalização no bear market de 2015, quantas delas estão vivas até hoje? E daqui a 4 anos, quantas do tops 50 estarão vivas até lá?

O mercado de criptomoedas está em constante mudança, os fundamentos que acreditamos hoje talvez não sejam os melhores daqui a 5 anos. É por isso que fazer buy and hold baseado nesse tipo de análise é ainda muito perigoso.

Para mim, a melhor forma de avaliar uma criptomoeda é você sair na rua e ver se tem alguém aceitando, falando sobre ela, usando. Ou se tem alguma empresa utilizando a solução elaborada por essa criptomoeda. Muitas vezes, a melhor análise que podemos fazer, é aquela feita a olho nu.

A grande aposta

Os caras daquele filme “A Grande Aposta” ganharam bilhões apostando contra o mercado financeiro. Eles foram investigar, saíram dos seus escritórios e foram para a rua ver o que estava acontecendo. Exceto Michael Burry, que optou por ler os contratos de hipoteca e analisar os números.

A América estava uma zona, gente pegando empréstimo para financiar imóvel, pegando hipoteca para financiar mais imóveis. Tinha casa cujo contrato estava no nome de um cachorro, tinha gente com 5 apartamentos que nunca seriam pagos.

Esses caras saíram da bolha de Wall Street e foram ver a realidade: os Estados Unidos estavam prestes a ter uma crise devastadora. Com base nisso, shortaram o mercado e deu no que deu.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br