HBAR não é descentralizada. Hedera Hashgraph é um conglomerado empresarial blockchain “com permissão” (permissioned) e totalmente centralizado; entenda como funciona e porque existe essa confusão pela comunidade cripto.

Como a Hedera Hashgraph funciona? 

Hedera Hashgraph (HBAR) é uma – autoproclamada – plataforma de contratos inteligentes e infraestrutura de blockchains que necessitam autorização central (permissioned).

O que é completamente diferente de uma estrutura de blockchain que não necessita autorização central (permissionless), como Bitcoin (BTC) ou Ethereum (ETH).

A Hedera, controlada pela Hedera Foundation, possui 39 validadores que são compostos por empresas de diferentes segmentos escolhidas a dedo pela fundação – após requerimento de participação – e que podem ser rotativas.

Captura de Tela do site hedera sobre o conselho de governança, com a explicação e o botão de "seja um membro", para o formulário.
Captura de tela do site hedera.com no dia 14/03/2022

Com nodes selecionados e controle sobre os participantes do consenso, a rede é capaz de oferecer um desempenho superior à outras blockchains permissionless (onde qualquer um pode configurar um node e participar do consenso, desde que cumpra algumas regras do protocolo, mas sem a necessidade de “pedir permissão” para entrar no sistema de governança).

O desempenho elevado já é esperado de um grupo selecionado e controlado, diferente de redes blockchain “sem permissão”. Desta forma, comparar uma rede “com permissão” (permissioned) de uma “sem permissão” (permissionless) não faz sentido, pois cada uma visa solucionar problemas diferentes.

Seria o mesmo que comparar o desempenho da rede de pagamentos VISA com o bitcoin, por exemplo.

HBAR não é descentralizada

Captura de tela do site hedera.com no dia 14/03/2022 falando sobre a construção de um futuro baseado em confiança, em uma economia descentralizada.
Captura de tela do site hedera.com no dia 14/03/2022

Apesar de deixarem claro que sua rede se trata de uma rede “com permissão”, a equipe não faz muito esforço para eliminar a ambiguidade e afirma diversas vezes se tratar de uma rede descentralizada, o que não é correto.

Conforme abordei neste artigo: Entenda o que é descentralização de uma vez por todas; descentralização é diferente de desconcentração.

Uma rede pode ser ao mesmo tempo centralizada e desconcentrada (como é o caso da HBAR); assim como pode ser descentralizada e concentrada.

No artigo, comparamos uma monarquia absolutista, onde existe centralização do poder e das decisões, mas ao mesmo tempo pode haver desconcentração das tarefas de governança, quando o rei nomeia responsáveis por diversas áreas e delega funções.

Na rede da Hedera Hashgraph, todos os nodes são controlados pela Hedera Foundation, ou por 39 grandes empresas que preencheram um formulário e foram autorizadas pela fundação a rodar o node e participar da governança. E podem ser retiradas da função caso a controladora decida.

Pode-se dizer que HBAR é, na verdade, um conglomerado empresarial centralizado.

O que é um conglomerado empresarial?

O conglomerado diz respeito à união de empresas trabalhando em função de uma estrutura corporativa, sendo as empresas de diferentes segmentos. O conglomerado é uma forma de oligopólio, e também é conhecido por conglomerado industrial ou grupo empresarial.

O conglomerado da Hedera é formado por grandes nomes. Entre eles IBM, Magalu, Google, entre outros.

Lista de empresas que compõe o conglomerado empresarial centralizado da HBAR, na ordem:
Avery Dennison, Boeing, Chainlink Labs, DBS, Dentons, Deutche Telekom, DLA Piper, EDF, Eftpos, Fis, Google, IBM, Lit Madras, LG, LSE, Magalu, Nomura, Servicenow, Shinhan Bank, Standard Bank, Swirlds, Tata Communicaations, Ubisoft, UCL, Wipro, Zain
Captura de tela do site hedera.com no dia 14/03/2022

Não existe nenhum problema em ser centralizada

Não existe nenhum problema em uma rede voluntária ser formada de forma centralizada através de um conglomerado empresarial com companhias selecionadas, focando no desempenho e em uma governança controlada por um conselho administrativo de confiança dos donos do projeto.

O problema é realmente quando existe desinformação e, devido ao crescimento e relevância que o projeto vem ganhando, estes fatos precisam ser explicados, pois muitos investidores têm realizado alocação de capital sem pesquisar a fundo, movidos pelas chamadas de descentralização e acreditando ser um projeto semelhante aos outros do mercado de criptomoedas; quando na verdade é um projeto mais semelhante ao mercado tradicional, mas construído sobre uma blockchain privada.

No momento da redação desta matéria, HBAR ocupa a posição #32 no ranking de capitalização de mercado, segundo o Coingolive.

Esta matéria foi inspirada na thread construída pelo especialista em blockchain Justin Bons e complementada após investigação e pesquisa própria do analista do Cointimes, Vinícius Barbosa.

As informações utilizadas são todas públicas e estão disponíveis no site da Hedera Hashgraph.

Podemos concluir que HBAR não é descentralizada e se utilizarmos o Coeficiente de Nakamoto (NC – Nakamoto Coeficient) como métrica, hedera possui NC = 1, pois já existe o conluio entre os participantes sobre as decisões.

Captura de tela com a rede afirmando sem "com permissão", mas se afirmando descentralizada. HBAR não é descentralizada.
Captura de tela do site hedera.com no dia 14/03/2022

Leia mais:

Tiago Reis, da Suno, descobre que Binance é centralizada

PL sobre criptomoedas esquece do Bitcoin e cita apenas altcoins

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br