Jogo no estilo MMORPG (Massive Multiplayer Online Role Playing Game) com forte influência do sucesso dos anos 2000 – Tibia, anuncia implementação Play-to-Earn com a criptomoeda Nano (XNO).

Fazendo o “caminho contrário” do que vemos no mercado, onde uma equipe desenvolve um token próprio e um novo jogo com a intenção de lançar o token para negociação, o Kakele que já possui uma base sólida de usuários e jogadores, desde 2020, com um modelo já testado, decidiu implementar uma criptomoeda que também possui um protocolo testado e uma comunidade sólida, com utilidade dentro e fora do jogo.

O que é Kakele

Kakele é um MMORPG 2D multiplataforma com fortes referências ao jogo Tibia (1997), cuja ideia surgiu há 10 anos entre dois colegas de faculdade que queriam se divertir e oferecer diversão para outros entusiastas do estilo.

Logo Kakele MMORPG

A empresa responsável é a ViVa Games, composta por brasileiros.

É possível jogar em mobile (Android e iOS) ou desktop (Windows, Mac e Linux) e diferente da maioria dos jogos P2E que são acessados via navegador, requer download, apesar de ser muito leve.

São 5 classes de heróis para escolher: Mago (Mage), Caçador (Hunter), Furioso (Berserker), Guerreiro (Warrior), Alquimista (Alchemist).

Existem servidores localizados em todos os continentes para uma melhor latência e a opção de modo PVP (player vs player – jogador vs jogador) aberto ou opcional.

Implementação da criptomoeda Nano

O software está atualmente disponível na versão 3.6, em pleno funcionamento com uma economia interna já rodando através das moedas in-game (sem blockchain) e pagamentos em fiat para melhorias.

Além de um comércio de itens e personagens também através de moedas fiduciárias (como o real).

A implementação dos pagamentos em nano está prevista para ocorrer entre março e abril de 2022, na versão 4.0 do software.

Saiba mais: O que é Nano (XNO), como funciona e como comprar?

Em seu whitepaper, a equipe – ViVa Games – composta por 2 desenvolvedores (Bruno e Lucas) e 12 gerentes de comunidade, explica a dinâmica do jogo e da nova implementação.

Jogadores que queiram seguir no modo gratuito, continuarão com a experiência usual e não precisarão pagar para jogar, da mesma forma como já acontece atualmente.

Saiba mais: Vale a pena comprar Nano? 100 dias de análise fundamentalista

Pool de liquidez Gold por Nano

A moeda principal do jogo é o Gold. Adquirido como recompensa ao se completar missões ou com a venda de itens para NPCs ou no mercado interno do jogo (para outros jogadores).

Com a nova implementação, será possível realizar o swap Nano por Gold ou Gold por Nano, através de uma pool de liquidez centralizada que irá definir a cotação do swap de acordo com as leis de mercado – oferta e demanda – de cada moeda no ecossistema do jogo.


No início, cada servidor contará com uma pool composta por 1 bilhão de GOLD e Ӿ2.0 NANO, mas isso deverá mudar com as dinâmicas econômicas.

Reprodução pool de liquidez Kakele, gold por nano

É importante entender que a pool é centralizada e, portanto, existe uma necessidade de confiança maior da que geralmente ocorre nos jogos em blockchain.

Compra e venda de personagens e itens com a criptomoeda nano

O software contará com uma plataforma para negociação de personagens e itens utilizando o dinheiro do jogo ou nano. Da mesma forma como já é feito com a Kakele Coin (adquirida com fiat).

Mas os jogadores poderão negociar a compra e venda de forma peer-to-peer, fora do software.

Sistema NFT

Também existe o plano de implementação de itens em NFT (tokens não fungíveis) na rede Binance Smart Chain (BNB), para compor a economia do jogo.

Os NFTs poderão ser negociados in-game utilizando as moedas próprias ou nano.

E também poderão ser negociados em plataformas NFT descentralizadas.

Em ambos os casos, a equipe afirma que todas as negociações serão on-chain, em primeira camada, e todos os dados serão divulgados de forma transparente no site oficial.

Comece a jogar agora mesmo!

O jogo já está em pleno funcionamento há 2 anos e é possível começar a jogar desde já, com todos os progressos salvos e mantidos após a atualização prevista para março ou abril de 2022.

Reprodução gameplay Kakele MMORPG

Os desenvolvedores afirmaram que existe a possibilidade da criação de novos servidores após a implementação da nano, para oferecer a opção de um “novo começo” com a nova economia para os jogadores que quiserem.

Quais as vantagens e desvantagens na implementação de uma criptomoeda já existente?

Um problema muito comum que vemos nos novos jogos play-to-earn lançados no hype do mercado, é que os tokens que alimentam a economia do jogo são contratos novos, com distribuições arbitrárias controladas pela equipe, cuja segurança e legitimidade dependem diretamente dessa equipe.

Além disso, os tokens, na grande maioria dos casos, têm apenas utilidade dentro do universo do jogo, o que cria uma economia mais frágil e mais dependente do sucesso do game e do modelo econômico criado.

Caso o projeto se demonstre sustentável no longo prazo – e o jogo seja um sucesso, o token pode valorizar muito e trazer resultados positivos para o investidor, mas no contrário, os proprietários do token se vêem com algo cujo valor pode chegar à zero do dia para a noite, pois não possui utilidade fora daquele pequeno ecossistema criado exclusivamente para ele.

A utilização de criptomoedas já existentes também permite à equipe de desenvolvedores uma possível diversificação, trabalhando com diversas moedas ao mesmo tempo e, caso um protocolo se demonstre falho, ele não afeta o jogo em si, já que este é apenas mais uma forma de pagamento, como já é feito com o real brasileiro ou o dólar americano para compras in-game.

Uma desvantagem é que, neste caso, a economia do jogo fica mais centralizada, pois existe uma empresa gerenciando os pagamentos, uma vez que as criptomoedas são utilizadas como dinheiro e não como uma economia própria baseada em contratos inteligentes.

A criptomoeda em si é descentralizada e, como dinheiro, é um protocolo seguro e duradouro, mas a mecânica de pagamentos para o jogo acaba sendo mais centralizada.

Isso tudo em teoria, pois mesmo com os tokens criados em blockchain via contratos inteligentes, existe uma centralização na equipe, pois o token depende diretamente do jogo, que é centralizado.

Entrevista exclusiva para o Cointimes

Bruno respondeu algumas perguntas exclusivamente para nós no Cointimes.

 Em relação à economia do jogo, quais problemas e pontos positivos você vê da forma como é hoje?

“A economia atual funciona bem. Quem não quer gastar dinheiro com o jogo consegue comprar as Kakele Coins de outros jogadores por gold, e vice versa.

O maior problema é a inflação do ouro (e eventualmente itens). Estes recursos são infinitos, não tem limite, então com o tempo mais e mais ouro e itens existirão no jogo. Isso é um problema, porque fica muito difícil para quem está começando poder participar do comércio e economia, pois quem já joga faz tempo terá vantagens por conseguir ouro e itens mais fácil e já ter um estoque de ouro maior.

E apesar de termos soluções teóricas para esse problema, na prática é muito mais difícil implementar. A economia do jogo pode parecer simples, mas também carrega os fatores sociais. Qualquer mudança pode tornar o jogo chato na percepção dos jogadores, tornar o jogo mais difícil, o que faz com que a gente perca muitos jogadores. Em outras palavras, encontrar o balanço ideal é muito difícil, e antes de qualquer mudança pensamos 5 vezes!”

E quais os problemas e pontos positivos para a implementação de criptomoedas?

“O grande ponto positivo é a facilidade de se enviar o dinheiro peer-to-peer, sem nenhum intermédio, de forma fácil e rápida. Gente de todo o mundo joga, e é muito difícil abranger todos os métodos de pagamento, moedas de cada país, inclusive para se enviar dinheiro aos jogadores individualmente (taxas, impostos, restrições de intermediadores, milhares de integrações diferentes).

Acho que o maior problema será a adoção. Muita gente não conhece ainda e não sabe como mexer com elas, o que esperamos que melhore com o tempo!”

Porque escolheram a Nano entre tantos projetos?

“Descobri o Nano pesquisando pela internet sobre criptomoedas otimizadas para micro-transações. O que a gente precisava era uma moeda fácil de se usar e de se fazer transações entre o jogo e de jogadores para jogadores.

Quando encontrei o Nano eu não acreditei: gratuito, rápido, escalável, sustentável e com uma comunidade muito envolvente e solidária! Passei umas semanas estudando essa criptomoeda, e a cada dia ficava mais claro que o Nano era ideal para a gente.

Vamos lançar o primeiro sistema agora em Março ou Abril. Os jogadores vão poder trocar Nano por gold (e vice-versa), e vão poder comprar Kakele Coins com Nanos também.”

Saiba mais: Em entrevista, George Coxon fala sobre potencial da Nano como dinheiro digital

Quais os planos para o futuro e como vocês veem Kakele nos próximos anos?

“Temos um planejamento para 2022, que seria facilitar a vida dos jogadores que queiram fazer negócios externos diretamente com coisas do jogo (como ouro, itens e personagens). Esse mercado externo já existe, porém a gente quer fazer com que seja legitimado e de forma segura!

Além de 2023 a gente tem algumas ideias em mente, mas costumamos realmente firmar o que será feito mais para o final do ano, porque muita coisa pode mudar.

Os jogadores ajudam bastante com ideias para o jogo, então a gente acaba implementando coisas no jogo que não tínhamos planejado antes. A única constante no nosso planejamento são os updates que fazemos a cada 2-3 meses com novo conteúdo para o jogo (novos monstros, quests, itens e desafios!), para que os jogadores se divirtam enquanto a gente implementa ou revitaliza sistemas existentes de acordo com o feedback dos próprios jogadores!”

E você…

O que achou da iniciativa e desta nova maneira de encarar a implementação de criptomoedas em jogos online?

Não esqueça de compartilhar com outros fãs de MMORPG e jogos Play-to-Earn!

Leia mais:

Wikipedia sofre pressão para deixar de aceitar doações em criptomoedas; um estudo completo

Airbnb pode aceitar criptomoedas em 2022

Estudo da Visa revela aumento na demanda por pagamentos mais rápidos

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br