Jeffrey Gundlach, CEO da DoubleLine Capital, disse que partes do mundo cripto estão implodindo, e que o bitcoin pode cair ainda mais.

Em entrevista para a CNBC, Gundlach falou sobre a correta sensação de que o bitcoin cairia para a casa dos US $20 mil bem rápido depois de quebrar o limiar dos US $30 mil. 

Com isso, o investidor não está otimista com o valor atual às margens de US $21 mil, por isso afirmou, “não me surpreenderia nada se o bitcoin caísse para $10 mil dólares.” A maior criptomoeda do mundo afundou quase 70% desde o seu auge em novembro de 2021, quando atingiu um máximo histórico de US $69 mil.

Para Gundlach, a queda rápida e relativamente constante no mercado cripto, que está acumulando diversas vítimas, pode ser um “sinal de problemas.”

Passfolio

Sobre a inflação com a qual os EUA vêm sofrendo, o empresário disse acreditar que os preços permanecerão elevados como nos níveis atuais, mesmo com as medidas de aumento de taxa tomadas e planejadas pelo Banco Central norte-americano (FED).

A inflação acelerou ainda mais em maio, com os preços subindo 8,6% em relação a um ano atrás, o aumento mais rápido desde dezembro de 1981.

Saiba mais: FED realiza maior aumento na taxa de juros em 28 anos

Os modelos financeiros da DoubleLine, empresa de investimentos fundada por Gundlach, esperam que a inflação anual se mantenha acima de 8% “por mais alguns meses” por conta da alta precificação de commodities, particularmente energia elétrica.

Leia também:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br