Travala, um site de viagens com suporte a Bitcoin, recentemente anunciou um aumento espontâneo de 205% de lucratividade no mês de maio, comparado a abril deste ano.

“A confiança e o desejo de viajar estão retornando com um aumento significativo na demanda (de viagens)… No geral, nossa receita de agendamentos para o mês de maio foi de US$ 68.162, o que representa um aumento de 205% em relação a abril.”

A empresa, que trabalha com 600 linhas aéreas e quase 2 milhões de hotéis e acomodações ao redor do mundo, fez a publicação nesta segunda-feira.

“Passamos alguns meses turbulentos, devido a restrições de viagens e fechamento de fronteiras, resultando em cancelamentos e reservas reduzidas.”

De acordo com dados do Travala.com, tráfico no site proveniente dos EUA aumentou quase 541%, seguido do Vietnã em 118%, o Reino Unido por 80%, os Países Baixos (56%) e a Alemanha (54%).

Ademais, “o número total de noites reservadas [em maio] foi de 541, um aumento de 45,8% em relação a abril.” Os países com mais agendamentos foram os EUA, Tailândia, Espanha, Países Baixos, Austrália, Polônia e Vietnã.

Mais de 60% das reservas feitas com Criptomoedas

A Travala listou muitos parceiros de negócios em várias categorias, bem como vários métodos de pagamento em seu site. Seus parceiros de viagem incluem Booking.com, Priceline e Travelbybit. Seus parceiros de blockchain incluem Binance, Litecoin, Digibyte, Tron, Huobi, Bitcoin.com, Gemini, Komodo, Waves, Coingate, Gocoin, Kucoin, Crypto.com e Changelly.

60% das reservas no Travala são feitas com Criptomoedas
60% das reservas no Travala são feitas com Criptomoedas diversas.

O site de reservas de viagens compatível com criptografia aceita uma ampla variedade de criptomoedas, como BTC, BCH, BNB, AVA, USDT, ETH, LTC, XRP, TRX, EOS, ADA, WAVES, XEM, DAI, QTUM, DASH, XMR, XLM, NANO, NEO e GUSD. No geral, a empresa detalhou:

“Mais de 60% do total de reservas pagas em maio foram com criptomoedas.”

Além disso, a Travala forneceu detalhes de métodos de pagamento populares usados ​​em seu site. Cerca de 21% de todas as reservas foram pagas em bitcoin (BTC), seguido do seu token nativo AVA (16%), Crypto.com Pay (14%), BNB (2%) e outras criptomoedas (7%). Enquanto isso, cartão de crédito e Paypal representaram 40%.