Breaking News  
Tendências em 2019 para o mercado de criptomoedas Opinião

Tendências em 2019 para o mercado de criptomoedas

O que poderá acontecer em 2019? Fique preparado!

Neto Guaraci
Neto Guaraci

O que é tendência para 2019 no mercado de criptomoedas?

Fique preparado para as possíveis mudanças que podem acontecer em 2019.

“Lightning” nas exchanges

O ano de 2018 foi extremamente positivo para as empresas que desenvolvem a Lightning  Network(LN). Tivemos o lançamento da LN, primeiras implementações de uso e em breve teremos um satélite interligado a rede:

Mas nenhuma dessas soluções parece estar sendo mais testada do que a Liquid Network, uma espécie de Lightning  Network para negócios. As maiores exchanges do planeta estão testando essa solução tecnológica.

Para a Blockcstream, principal desenvolvedora dessas soluções, vender redes usando o a segunda layer do Bitcoin para grandes exchanges será uma das principais formas de arrecadação.

Por isso, podemos esperar que até o final de 2019 tenhamos algumas corretoras de Bitcoin usando a Liquid. Os primeiros clientes serão os market makers do mercado, seguindo o acesso para alguns bots e depois chegando no usuário comum.

Preparamos um resumão sobre a Liquid:

Aceleração da dolarização tokenizada

Em 2017 e em parte de 2018 os chineses invadiram as exchanges brasileiras para fazer remessas de bitcoin. O Bitcoin é  uma das melhorers maneira de fazer remessas internacionais de grandes valores.

Entretanto há alguns problemas nessas remessas, o preço do bitcoin ainda é muito instável. O ideal seria utilizar a mesma tecnologia, porém sem o risco de queda brusca no preço.

Daí surgem as stablecoins, o dólar é digitalizado e agora você não tem grandes fricções e riscos para mandar remessas.

Sabe o que é ainda mais conveniente? Não se preocupar com a flutuação do real, que tal só aceitar dólar?  Sem limitações dos Bancos Centrais é bem possível que vejamos o inicio  da dolarização mundial.

A volta das Colored Coins

Para quem acompanha o bitcoin há anos vai se lembrar das Colored Coins, elas são tokens criados no blockchain do Bitcoin. A maior parte dos projetos de colored coins morreram em 2017 com as altas taxas de transação da rede.

Com o desenvolvimento de tokens na  Liquid Network e a implementação de projetos que permitem a existência de múltiplos tokens em blockchains como o do Monero, veremos um ressurgimento das Colored Coins.

É muito provável que utilizem a Liquid Network para criar um novo dólar digital, permitindo certo anonimato nas transações, taxas baixas e bom compliance com as regulamentações na hora do saque.

Regulamentação

Alguns players do mercado parecem implorar pela regulamentação estatal. Estando eles certos ou não, isso vai acontecer.

O Estado se mete até na grossura da massa do pastel que você come, é inocente achar que nossos burocratas não queiram se intrometer mais ainda no mercado de criptomoedas.

Quanto ao tipo de regulamentação que será adotada, isso vai depender do momento de sandice do Congresso e dos nossos juízes.

Consolidação de mercado

Hoje temos mais de 49 exchanges de bitcoin no Brasil, a maior parte fundada após o boom de 2017.

Com o mercado com um volume baixo e grandes exchanges tomando a maior parte dos bitcoins negociados, as pequenas corretoras ou fecham, vendem o negócio ou conseguem financiamento.

O mercado sul coreano pode servir como um bom parâmetro para o que veremos acontecer aqui nos próximos anos, a começar por 2019.

Aumento de tensões e diminuição do comércio

Com os Estados Unidos saindo do Intermediate Range Nuclear Treaty, Japão se armando até os dentes, a Europa a tentar criar um exército único e o aumento de tensões entre as principais potências, veremos 2019 bem mais instável que 2018.

O último forescat do FedEx mostra a diminuição de entregas na China em mais de 6%.  A China é a segunda maior economia do mundo e a maior parceira comercial do Brasil.

Grande parte dos fatores acima estão interligados de alguma forma, por exemplo, se a regulamentação for negativa é bem possível que o processo de consolidação se acelere.

Por isso é importante ficar sempre informado
se mantenha atualizado no mercado seguindo nossas redes sociais– FacebookTwitterInstagram.

*Essas são apenas as minhas opiniões, não se baseie nelas para investir.

Neto Guaraci
Neto Guaraci

Sou estudante de Gestão de Negócios e Inovação na Fatec-Sebrae. Trabalho na Foxbit, ajudo na criação de conteúdo. Amo falar sobre criptomoedas, liberdade financeira e empreendedorismo. Se você também gosta, entre em contato. :)

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.