Uma das maiores empresas do mundo, a Tesla, está deixando em aberto a possibilidade de investir em mais criptomoedas no futuro, de acordo com um documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA.

O CEO da Tesla, Elon Musk, já comentou sobre as criptomoedas de formas positivas e negativas, mas admitiu que possui bitcoin, ethereum e dogecoin em seu portfólio pessoal. Além disso, afirmou que tanto a Tesla quanto a SpaceX tinham BTC em seus balanços.

No último relatório trimestral da Tesla, recentemente apresentado à CVM dos EUA (SEC – Securities and Exchange Commission), a empresa escreve:

“Em janeiro de 2021, atualizamos nossa política de investimentos para nos fornecer mais flexibilidade para diversificar ainda mais e maximizar os retornos de nosso caixa que não são necessários para manter uma liquidez operacional adequada, permitindo-nos investir uma parte desse caixa em certos ativos de reserva alternativos, incluindo ativos digitais, barras de ouro, fundos negociados em bolsa de ouro e outros ativos conforme especificado no futuro.

Depois disso, investimos parte desse dinheiro em bitcoin. Acreditamos no potencial de longo prazo dos ativos digitais tanto como investimento quanto como alternativa líquida ao dinheiro.

Como acontece com qualquer investimento, consistente com a forma como gerenciamos contas de caixa e equivalentes de caixa baseadas em moeda fiduciária, podemos aumentar ou diminuir nossas participações em ativos digitais a qualquer momento com base nas necessidades do negócio e em nossa visão de mercado e condições ambientais.”

Elon Musk e Bitcoin

Por mais de um ano, o CEO da Tesla mostrou idas e vindas com a criptomoeda. Em 2021, ele anunciou a compra de US$ 1,5 bilhão em BTC pela empresa de capital aberto, mas, um mês depois, disse que a Tesla não estaria mais aceitando bitcoin como forma de pagamento, pois a tecnologia gastava muita energia e teria um impacto ambiental.

Em julho, Musk esclareceu que, se a mineração de Bitcoin estivesse caminhando para a sustentabilidade com uso de energias verdes, a Tesla estaria disposta a voltar a aceitar bitcoin.

Em outubro, a fabricante de carros elétricos deixou as portas abertas para aceitar qualquer criptomoeda e, logo depois, tomou o primeiro passo decisivo em direção às criptomoedas alternativas (altcoins).

Meses depois de abrir uma enquete no Twitter sobre a Tesla aceitar Dogecoin, Elon Musk tornou isso realidade aceitando a DOGE como forma de pagamento para merchandising da empresa. Porém, o documento mais recente de resultados da empresa não citou nenhum pagamento na altcoin.

Outra criptomoeda?

Para deixar claro, aqui o artigo entra no campo da especulação. Mas, embora a maioria do crypto-Twitter tenha divulgado que a Tesla reafirmou o seu posicionamento pró-Bitcoin, na verdade ela disse que acreditava no potencial de “ativos digitais” tanto como investimento quanto como alternativa líquida ao dinheiro (cash).

A escolha de palavras da Tesla no documento enviado à SEC é provavelmente cuidadosa, não limitando o leque de possibilidades de investimento da empresa, que já tem uma posição bilionária em Bitcoin.

Levando em conta que Elon Musk gosta de ethereum e dogecoin, essas são possíveis alternativas de investimento da Tesla, embora seja improvável que haja consenso no potencial de reserva de valor da altamente inflacionária dogecoin.

A rede Ethereum, por outro lado, espera por atualizações que diminuam a sua característica inflacionária e, potencialmente, chegue a deflação (queima e perda de tokens maior que a emissão). Outro ponto da próxima grande atualização, conhecida anteriormente como “Ethereum 2.0” é a migração para o sistema de consenso Proof-of-Stake, cujo menor gasto energético pode ser atrativo para a Tesla.

Por fim, também vale ressaltar que existe uma tendência entre grandes empresas a adotar os ativos digitais da sua própria maneira, criando um novo token, como fez a JP Morgan.

Também fica em aberto a possibilidade da Tesla comprar ainda mais bitcoin, claro. Eles já experienciaram um alto ganho com a criptomoeda primária e inclusive já comprovaram a sua liquidez. Estes são pontos extremamente importantes para uma das maiores empresas do S&P500.

Veja também:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.