Visão de mercado – Vencimento dos contratos futuros de bitcoin

Criptomoedas enfrentaram uma semana de forte queda, porém apresentam sinais de recuperação. Veja nossas orientações para agir corretamente. Estamos próximos do vencimento dos contratos futuros de bitcoin na CME, então veja as orientações para se posicionar bem no mercado.

Passamos mais uma semana em que o tom negativo dominou o mercado e o universo de criptomoedas confirmou a tendência de baixa. As altcoins em geral tiveram uma queda maior que o Bitcoin e, dessa forma, a dominância do Bitcoin no mercado volta a ficar acima de 41%.

Nesse cenário, acompanhar as oscilações dos seus investimentos é extremamente importante. Para te ajudar nessa tarefa, o aplicativo Investtor, além de já oferecer análises diárias, lições e relatórios para você investir melhor, acabou de lançar seu Portfolio Tracker, uma excelente ferramenta para registrar suas transações de compra e venda, acompanhar as cotações dos seus investimentos em tempo real e conferir a evolução de seu patrimônio todos os dias.

Bitcoin

Na última semana o Bitcoin apresentou uma queda de 6%, saindo de US$ 6700,00 para US$ 6.250,00. Nas mínimas da semana, que ocorreram domingo, ele bateu no suporte em US$ 5.800,00. A alta do dia 25 trouxe um certo alívio, porém não elimina a tendência de baixa. Acredita-se que a alta possa ter sido motivada pela emissão de mais de US$ 250 milhões de Tether.

Seguimos com a visão de que operações visando curto prazo só deverão ser feitas se rompermos o nível de preço em US$ 6.700,00 com consistência. Tentar operar neste momento focando no curto prazo, procurando fundos e repiques, pode levar o investidor a sofrer perdas. Porém, para quem visa o médio/longo prazo, algumas compras parciais podem ser realizadas neste momento.

Nesta próxima sexta, dia 29, teremos o vencimento dos contratos futuros de Bitcoin na CME (Chicago Mercantile Exchange). Após o vencimento, nossa expectativa é que a pressão vendedora diminua, fazendo desta data um importante ponto para a definição dos próximos movimentos do Bitcoin.

Visão - contratos futuros de bitcoin: gráfico bitcoin/dólar Bitfinex
BTC/USD Bitfinex: Suporte em US$5.800,00. Operações de curto prazo caso o nível de preço em US$6.700,00 seja rompido com consistência. Para quem visa médio/longo prazo, algumas compras parciais podem ser realizadas neste momento.

Ethereum

Com a mesma tendência do Bitcoin, o Ethereum apresentou uma queda de 10%, saindo de US$ 520,00 e indo para a faixa de US$ 460,00. No curto prazo, o ativo tende a andar entre US$ 450,00 e US$ 475,00. Se superar a resistência de US$ 475,00, pode subir até US$ 530,00 no curto prazo. Vale a pena acompanhar e comprar somente após o rompimento da resistência.

Uma boa notícia sobre o Ethereum: as possibilidades de termos uma atualização dupla do protocolo do Ethereum aumentaram. Casper e o Sharding podem ser lançadas em conjunto pois a EIP 1011 (Ethereum Improvement Proposal) que era um empecilho, foi descontinuada. Estamos de olho no desenvolvimento dessas melhorias que poderão ter um impacto muito grande e positivo no ecossistema da criptomoeda. Go Ethereum!

Visão - contratos futuros de bitcoin: gráfico ethereum/dólar Bitfinex
ETH/USD Bitfinex: No curto prazo, tende a andar entre US$450,00 e US$475,00. Caso a resistência de US$475,00 seja superada, pode subir até US$530,00 no curto prazo.

Ripple

Na última semana o Ripple continuou em queda e recuou 10%, saindo da faixa de US$ 0,52 para a casa de US$ 0,47 hoje. Ele perdeu o suporte na faixa de US$ 0,50 e agora ronda o nível de suporte em US$ 0,46, preço que o ativo estava no início de abril. Compras nos níveis atuais podem ser feitas, porém é importante determinar um stop uma vez que, se o ativo perder o suporte, pode cair abaixo de US$ 0,30.

Não tivemos nenhum fato relevante sobre o Ripple na semana que passou. Os maiores destaques foram as discussões se os tokens XRP são ou não são ativos mobiliários, uma decisão que pode impactar o valor dos tokens e deve ser acompanhada de perto.

Visão - contratos futuros de bitcoin: gráfico ripple/dólar Bitfinex
XRP/USD Bitfinex: Suporte em US$0,46, preço que o ativo estava em abril deste ano. Caso o suporte seja perdido, a cotação pode cair abaixo de US$0,30.

Bitcoin Cash

Na última semana o Bitcoin Cash apresentou queda de 13%, saindo de US$ 890,00 para a casa de US$ 750,00. Ele chegou a cair até US$ 661,00 na mínima da semana, porém recuperou e hoje opera estável acima de US$ 750,00. Convém ficar de olho na moeda. Caso o mercado venha a se recuperar, ela pode subir mais forte que as demais, uma vez que suas oscilações tendem a ser maiores que a do Bitcoin, por exemplo.

Não tivemos nenhum fato relevante sobre o projeto na semana que passou.

Visão - contratos futuros de bitcoin: gráfico bitcoin cash/dólar Bitfinex
BCH/USD Bitfinex: Convém ficar de olho na moeda no curto prazo. Apesar da queda recente, segue estável acima de US$750,00.

EOS

Na última semana o EOS apresentou forte queda de 22%, saindo de US$ 10,60 para ao redor de US$ 8,20. Com isso, ele teve a maior queda entre as principais criptomoedas e seu valor retornou aos níveis de inicio de abril.

A migração do EOS para sua própria rede tem sido feita com muito cuidado. Diversos golpistas estão se aproveitando do momento para roubar chaves privadas de usuários descuidados, o que já levou a diversos congelamentos de contas.

Por outro lado, agora inicia-se um período de airdrops de projetos construídos utilizando a rede EOS. O primeiro, do projeto Everipedia, pode acontecer ainda este mês.

Os próximos dias são importantes para a consolidação do projeto. É possível que oportunidades de compra com boa relação risco/retorno surjam.

Visão - contratos futuros de bitcoin: gráfico EOS/Dólar Bitfinex
EOS/USD Bitfinex: Apresentou a maior queda entre as principais criptomoedas. É possível que oportunidades de compra com boa relação risco/retorno surjam nos próximos dias.

Litecoin

Na última semana o Litecoin apresentou queda de 15%, saindo de US$ 98,00 para US$ 83,00 no dia de hoje. Ontem ele chegou a cair até US$ 73,00 após perder o suporte em US$ 80,00. É importante que a moeda se mantenha acima do suporte em US$ 80,00 para que volte a ganhar fôlego e recuperar os US$ 100,00. Sugerimos não comprar Litecoin neste momento.

Destaque da semana foi o anúncio do início das negociações de contratos futuros de Litecoin na exchange inglesa Crypto Facilities. Isso é um bom sinal para a moeda e em breve é possível que exchanges americanas também se interessem em negociar contratos futuros de Litecoin.

Stellar

Na última semana o Stellar apresentou queda de 15%, saindo de US$ 0,23 para US$ 0,195. Durante a semana a queda chegou a levar o preço até o suporte na faixa de US$ 0,17. Agora o objetivo é superar o nível em US$ 0,20 para buscar os US$ 0,25 no curto prazo.

Especula-se que a Stellar Foundation estaria negociando a compra da startup Chain por US$ 500 milhões, com pagamento feito em Tokens (Lumens). A aquisição seria motivada pela qualidade excepcional do time da Chain, algo muito difícil de encontrar no universo de blockchain. Apesar de ser uma aquisição muito boa para o desenvolvimento do projeto, no curto prazo a venda dos tokens pode pressionar o preço, fazendo o valor do Stellar cair momentaneamente.

Cardano

Na última semana o projeto Cardano apresentou queda de 16%, saindo de US$ 0,16 para US$ 0,13. Neste momento o preço se encontra abaixo do suporte na faixa de US$ 0,14 e é negociado nos valores de dezembro de 2017, antes da forte alta que levou o preço até US$ 1,30. A forte queda do projeto pode ser uma oportunidade, tendo em vista algumas atualizações e lançamentos previstos em seu roadmap.

O projeto seguiu apresentando suas evoluções técnicas em seu ótimo relatório semanal. O destaque é para a evolução da IELE testnet que poderá ser lançada até o fim deste mês, fato que pode ajudar na valorização da moeda. A IELE é uma das mais importantes evoluções do projeto. Permitirá que desenvolvedores escrevam e testem smart contracts na plataforma.

IOTA

Na última semana a moeda IOTA apresentou queda de 14%. Saiu da faixa de US$ 1,17 para a casa de US$ 1,02. Esta queda fez o ativo perder o suporte em US$ 1,15. O novo suporte está em US$ 0,90, que até o momento é respeitado. Caso venhamos a ter novas quedas abaixo desse nível, ele pode buscar a faixa US$ 0,65. No momento, novas compras de curto prazo somente são recomendadas se ele romper a resistência em US$ 1,07 com bom volume negociado.

A equipe do projeto anunciou uma atualização no algoritmo do protocolo que torna o Tangle mais seguro sem perder velocidade na confirmação das transações. Essa melhoria estava no roadmap e sua confirmação foi bem recebida.

TRON

Na última semana o TRON apresentou pequena queda de 4%, saindo da faixa de US$ 0,043 para US$ 0,042. Durante a semana o preço chegou a US$ 0,037, mas retornou para acima do suporte na faixa de US$ 0,04. Como o projeto está em um momento importante de seu desenvolvimento, seguimos com a recomendação de não investir no projeto.

Hoje o projeto deu início à migração da plataforma Ethereum para sua própria plataforma. Além disso, hoje (25), já foram lançadas as wallets próprias da plataforma. Quem quiser guardar seus tokens e participar da eleição dos “super representantes”, já é possível. O líder do projeto anunciou a queima de 1 bilhão de moedas, para reduzir o volume de oferta. Isso não trará impacto no preço tendo em vista que a oferta total é de 100 bilhões de moedas.

Não perca a série Visão de Mercado toda segunda-feira no Cointimes. Acompanhe nossas redes sociais para ficar por dentro das novidades envolvendo os principais criptoativos.